Réver achou que problema na ambulância era brincadeira: Lamentável

Réver achou que problema na ambulância era brincadeira: "Lamentável"

Capitão do Flamengo se juntou a companheiros dos dois times para fazer com que o carro que socorria Bruno Silva pegasse no tranco

Gazeta Press

O Estádio Mané Garrincha foi palco de uma cena curiosa na noite do último sábado (15 de setembro). Durante o empate por 1 a 1 entre Vasco e Flamengo, a ambulância que foi socorrer o volante Bruno Silva precisou ser empurrada por jogadores de ambos os times para deixar o gramado.

Veja os jogos da La Liga no FOX Premium

Após o término da partida, o zagueiro Réver, do Flamengo, comentou a situação. “É a primeira vez (que empurra uma ambulância no gramado), uma cena lamentável. Achei até que o motorista estava de brincadeira. Ele disse que tinha desligado e não pegou, pediu a nossa ajuda”, revelou ao canal Premiere.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Após se chocar com Luiz Gustavo, do Vasco, aos 27 minutos do segundo tempo, Bruno Silva caiu desacordado no gramado. A equipe médica que prestou os primeiros socorros colocou um colar cervical no meio-campista, antes de a ambulância deixar o estádio. A partida ficou paralisada por dez minutos.

“Felizmente, a gente conseguiu empurrar um pouquinho, ele (o motorista) conseguiu fazer com que a ambulância pegasse no tranco para socorrer o Bruno. Espero que tenha dado tempo de atendê-lo e que ele possa ficar bem o quanto antes”, concluiu Réver.

Em uma clínica localizada nas proximidades do estádio, o jogador de 30 anos passou por uma tomografia no crânio e na cervical – o exame não apresentou nenhuma alteração. Ele está sendo acompanhado pelos médicos cruz-maltinos Rodrigo Furtado e Marcos Teixeira.

Saiba mais:

Chelsea quer sensação da Premier League

Messi diz que vê jogos da Conmebol Libertadores

Jornal diz que Seleção Brasileira era outro nível no passado

Crédito da imagem: Reprodução Premiere

Link copiado para a área de transferência!