Felipão ignora arbitragem e diz se gostou da atuação do Palmeiras

Felipão ignora arbitragem e diz se gostou da atuação do Palmeiras

Para conseguir uma classificação direta, sem a necessidade de pênaltis, o Verdão precisa vencer o Cruzeiro por dois gols de diferença no dia 26

Gazeta Press

O Palmeiras perdeu pela segunda vez com Luiz Felipe Scolari no comando da equipe. Nesta quarta-feira, o Verdão foi derrotado pelo Cruzeiro por 1 a 0 na primeira partida para definir um dos finalistas da Copa do Brasil. Felipão, porém, garante que o revés não causará mudanças drásticas na equipe.

Veja os jogos da La Liga no FOX Premium

“Perdemos para o Cerro (Porteño, pela Copa Libertadores), também. Mesmo classificados, perdemos. Vamos lidar com a derrota como estamos lidando. Tenho um grupo espetacular de jogadores e uma derrota não muda todo um retrospecto. Continuarão trabalhando forte, sabem que podem mudar o resultado, tem condições e qualidade. Vamos continuar fazendo o que vínhamos fazendo. Não vamos mudar”, afirmou.

Para conseguir uma classificação direta, sem a necessidade de pênaltis, o Palmeiras precisa vencer o Cruzeiro por dois gols de diferença no dia 26 deste mês, no Mineirão. O triunfo, porém, poderia ser pelo placar mínimo, não fosse o erro de arbitragem no minuto final do duelo, quando Antônio Carlos marcou, mas antes, Wagner Reway anotou falta inexistente de Edu Dracena em Fabio, o que impediu a utilização do VAR. Felipão não quis saber do assunto.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

“O lance final não vou falar nada, o Alexandre (Mattos) já falou, não quero comentar alguma coisa, porque não seria nada correto de minha parte neste momento”, disse o treinador brevemente, antes de analisar o jogo.

“O desempenho foi razoável, tivemos o controle em alguns momentos, mas tomamos o gol muito cedo. O Cruzeiro sabe jogar organizado, fechadinho, e tivemos poucas chances de conseguir igualar o resultado ou virar. Sabíamos de antemão que seria muito difícil, um jogo que teríamos de ter muito equilíbrio e em determinados momentos nos perturbamos com lances que achamos ser a nosso favor e não deram. Não pode acontecer, e não vai acontecer mais. Jogamos um futebol razoável”, concluiu.

Palmeiras e Cruzeiro voltam a campo no próximo domingo, às 16h (de Brasília). O Verdão visita o Bahia na Fonte Nova, enquanto a Raposa terá o clássico contra o Atlético-MG, no Mineirão. Ambos os duelos são válidos pela 25ª rodada do Brasileirão.

Crédito da foto: Reuters

Link copiado para a área de transferência!