Treinador do PSG manda recado a Buffon e promove entrada de revelação francesa como titular

Treinador do PSG manda recado a Buffon e promove entrada de revelação francesa como titular

Tuchel também comentou sobre o momento do goleiro italiano, que, assim como Ariola, está fazendo sua primeira temporada no Paris Saint-Germain

Gazeta Press

Na última janela de transferências, o Paris Saint-Germain contratou um dos maiores goleiros da história do futebol, no entanto, Gianluigi Buffon não deverá ter vida fácil para ser o titular da equipe nesta temporada. Isso porque, o técnico Thomas Tuchel afirmou que o jovem arqueiro Alphonse Areola é quem deve ser o titular do time, para ganhar experiência e mostrar seu valor no clube.

“A decisão ainda não está fechada, porém disse ao Alphonse (Areola) que, na minha opinião, ele é o melhor atualmente para ser o titular da posição. O PSG é tudo para ele, e ele quer provar a todo o custo o seu valor no clube. É uma situação que tem que ser respeitada. Devemos sentir-nos orgulhosos de ter um jogador da sua natureza, precisamos deste tipo de jogadores para manter a alma dessa equipe”, afirmou o técnico em entrevista ao programa francês RMC Sport.

Palmeiras x Cruzeiro e Flamengo x Corinthians no FOX Sports

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Tuchel também comentou sobre Buffon, que, assim como ele, está fazendo sua primeira temporada no Paris Saint-Germain. Para o comandante alemão, o arqueiro italiano é extremamente importante para o grupo, destacando a experiência e a liderança do jogador.

Saiba mais:

Barça pensa em manter Paquetá no Fla

Corinthians pode ter mudança no ataque

Juventus quer contratar mais 2 estrelas

“Gigi (Buffon) não é apenas mais um jogador no banco, é uma personalidade com enorme influência na equipe, e foi brilhante quando enfrentamos o Guingamp. Só está no banco porque o Areola necessita de minutos, de rodagem, e por isso ele podia cruzar os braços e não querer saber de mais nada, mas ele não consegue. Está sempre presente, sempre querendo algo mais. Dá instruções a todos os colegas. Dá para perceber perfeitamente o porquê de ter uma carreira tão brilhante e diferenciada”, ressaltou o treinador.

Com 40 anos, Buffon começou sua carreira em 1995 pelo Parma, onde chamou a atenção pelas atuações seguras, fechando com a Juventus em 2001. No clube de Turim, ficou por 17 temporadas, conquistou 19 títulos e se tornou um dos maiores ídolos do clube.

Link copiado para a área de transferência!