Especulado em times do Brasil, Ramires é colocado novamente na mira do Benfica

Especulado em times do Brasil, Ramires é colocado novamente na mira do Benfica

De acordo com o site português Record, o meio-campista do Jiangsu Suning pode vestir de novo a camisa dos Encarnados

Gazeta Press

Com o mercado de transferências do futebol europeu aberta até o fim de agosto, os principais clubes buscam novos reforços para a temporada e entre os nomes mais especulados está a de um brasileiro com passagem marcante pela Seleção Brasileira. Aos 31 anos, o meia Ramires deve voltar à Europa e, de acordo com o site português Record, o jogador deve retornar ao Benfica.

Veja os jogos da La Liga no FOX Premium

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Ainda segundo o veículo português, os Encarnados garantem ao atleta um salário de três milhões euros limpos por ano e tentam superar a forte concorrências de outros times de peso, como a Inter de Milão, que já mostrou interesse pelo brasileiro no começo do ano, e do Olympique de Marselha.

O brasileiro teve uma curta passagem pelo Benfica, em 2009 e 2010, mas o suficiente para despertar o interesse de grJiangsu Suningandes clubes do futebol internacional. Com bons números no futebol português, Ramires acertou sua ida para o Chelsea, onde teve sua melhor fase na carreira, com mais de 250 partidas disputadas e gols importantes, como o da semifinal da Liga dos Campeões contra o Barcelona, quando o clube inglês se sagrou campeão da competição pela primeira e única vez na história.

Saiba mais:

Jornal explica situação de Vinicius Jr

Juventus quer Pogba e mais estrelas

Fla: Vitinho lidera rodada em quesito

Com o sucesso no clube inglês, Ramires foi um dos 23 convocados para a Copa do Mundo de 2014, realizada no Brasil. Com a fatídica e histórica derrota por 7 a 1 para a Alemanha, o meia não teve mais espaço na Seleção Brasileira e pouco tempo depois anunciou sua ida para o futebol chinês, pelo valor de 28 milhões de euros (aproximadamente R$ 124 milhões), a mais cara da história do país na época.

Crédito da foto: Bruno Domingos/Mowa Press

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!