Justiça derruba ordem de bloqueio de duzentos milhões de Scarpa e Palmeiras

Justiça derruba ordem de bloqueio de R$ 200 milhões de Scarpa e Palmeiras

A pedido do Fluminense, a juíza Dalva Macedo, titular da 70ª Vara do Trabalho do Rio, determinou a medida, mas staff do atleta conseguiu reverter a situação

FOX Sports

Depois de a juíza Dalva Macedo, titular da 70ª Vara do Trabalho do Rio, determinar uma apreensão judicial dos bens de Gustavo Scarpa e Palmeiras no valor de R$ 200 milhões, na última segunda-feira (6 de agosto), o staff do jogador conseguiu derrubar essa ordem que era a favor do Fluminense. Nesta quinta-feira (9), o advogado do atleta, Bruno Tocantins, enviou um comunicado à imprensa explicando a situação:

Veja os jogos da La Liga no FOX Premium

Nesta quinta-feira (09), apresentamos Reclamação Correicional contra a decisão da Juíza de 1ª instância, Dra. Dalva Macedo, que ordenou o bloqueio de 200 milhões contra o Gustavo Scarpa e contra a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

A Desembargadora, Dra. Mery Bucker Caminha, Vice-Corregedora do TRT do RJ, e responsável por analisar o caso, deferiu liminar que havíamos requerido em favor do Gustavo Scarpa ordenando a imediata suspensão da ordem de bloqueio de 200 milhões e, ainda, determinando que a Dra. Dalva Macedo não realize quaisquer atos de execução adicionais no processo em favor do Fluminense.

Bruno Tocantins
Tocantins Advogados

Scarpa segue jogando com o Palmeiras. Nesta quinta-feira (9), o atleta está no Paraguai para enfrentar o Cerro Porteño, pelo jogo de ida das oitavas de final da Conmebol Libertadores.

Leia também:

Coutinho muda de número no Barça

"Estou acostumado", diz Valdivia sobre possíveis vaias em Itaquera

Everton mira 'pacotão' do Barcelona para o mercado de verão

Crédito da foto: Flickr Palmeiras

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!