PSG mudará de patrocinador e pede Rs 258,1 milhões por ano

PSG mudará de patrocinador e pede R$ 258,1 milhões por ano

Os proprietários do clube francês esperam aproveitar a badalação em torno do brasileiro Neymar e do francês Kylian Mbappé, para negociar um contrato em alta

EFE

O Paris Saint-Germain não renovará o contrato de patrocínio com a companhia aérea Emirates, no ano que vem, e busca parceiro disposto a pagar, ao menos, 60 milhões de euros (R$ 258,1 milhões) por ano, segundo publicou nesta terça-feira o jornal francês L'Équipe.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

De acordo com a publicação esportiva, o objetivo do clube é encontrar um patrocinador que melhore, substancialmente, os valores atuais recebidos, que variam entre 25 e 30 milhões de euros (R$ 107.5 e R$ 129 milhões).

Os proprietários do PSG esperam aproveitar a badalação em torno do brasileiro Neymar e do francês Kylian Mbappé, para negociar um contrato em alta.

O L'Équipe apresenta como exemplo o patrocínio master do Manchester United, que recebe 60 milhões de euros da montadora americana Chevrolet.

Colo-Colo x Corinthians, Grêmio exclusivo e muito mais na semana do FOX Sports

Durante a pré-temporada, o Paris Saint-Germain esteve na China, e, segundo o jornal, se manteve em contato com diversas empresas.

A publicação ainda lembra que o clube francês descarta ser patrocinado pela Qatar Airways, companhia aérea do Catar, pelo risco de se enquadrado quebrando regras do Fair Play Financeiro da Uefa, por eventual conflito de interesses.

Saiba mais:

Jornal: Chelsea fecha com meia do Real

'Mbappé pode alcançar Pelé e Maradona'

Guerrero na mira de mais uma equipe

Crédito da foto: EFE

Link copiado para a área de transferência!