Diretor do Corinthians se diz otimista por naming rights e revela seis interessados. Confira

Diretor do Corinthians se diz otimista por naming rights e revela seis interessados. Confira

TV Corinthians iniciou nesta terça-feira o programa 'Papo Reto', e o diretor de marketing contou sobre as chances do time do Parque São Jorge acertar o tão esperado naming rights para o estádio

Gazeta Press

A atual gestão de Andrés Sanchez à frente do Corinthians tem sido alvo de muitos questionamentos por parte dos torcedores quanto a falta de transparência sobre temas relacionados à Arena e suas finanças, ao elenco profissional e até mesmo as categorias de base. A fim de sanar esses ruídos, o próprio clube criou em sua TV oficial um quadro no qual membros da diretoria respondem perguntas de diversos âmbitos.

Na estreia do programa “Papo Reto”, nesta terça-feira, Andrés teve como convidado especial o diretor de marketing Luis Paulo Rosenberg, que abordou, entre outros temas, a situação do patrocínio master na camisa alvinegra e o tão falado naming rights da Arena Corinthians. De acordo com o dirigente, a definição da empresa que irá estampar o peito do manto é algo “complicado” devido a situação do país.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

“O patrocínio master, dentro desse clima de esfriamento da economia do Brasil, ficou mais complicado. Na verdade, o que a gente chama de master é o conjunto de patrocínios formado pelo peito da camisa e as costas. Hoje, com os nossos patrocinadores, temos R$ 22 milhões vendidos, enquanto uma grande camisa está sendo vendida por R$ 38 milhões. Então, o desempenho do Corinthians continua sendo dos melhores”, disse Rosenberg.

Completando a linha de pensamento do companheiro de diretoria, Andrés pontuou a maneira com a qual os patrocínios costumam ser feitos e deixou no ar uma possibilidade do peito da camisa voltar a ser estampado por uma empresa a partir de 2019.

Colo-Colo x Corinthians, Grêmio exclusivo e muito mais na semana do FOX Sports

“A definição das verbas publicitárias para os anos seguintes pelas grandes empresas são sempre feitas em setembro ou outubro. Dessa forma, isso que algumas vezes é feito de colocar patrocínio novo durante a temporada coloca uma dificuldade maior visando o outro ano”, ressaltou o presidente.

Outro tema que gera, ao mesmo tempo, muita expectativa e questionamento por parte da Fiel são os naming rights da Arena. Abordado no programa, o assunto foi tratado com cautela pelos dirigentes, mas diante de um certo otimismo para uma definição em breve quanto ao futuro nome da casa corintiana.

Saiba mais:

Jornal: Chelsea fecha com meia do Real

'Mbappé pode alcançar Pelé e Maradona'

Guerrero na mira de mais uma equipe

“O naming rights é uma construção. Nós temos pelo menos seis interessados e a gente está tentando criar uma construção que seja mutua, pois é um compromisso que o clube e a empresa firmam por 20 anos e, consequentemente, essa integração tem que ser muito bem feita. Estou muito animado. Existem negociações internacionais e no Brasil e espero avançar nisso o mais rápido possível”, comentou Luis Paulo Rosenberg.

Crédito: Marco Galvão/ Fotoarena

Link copiado para a área de transferência!