Botafogo visita Nacional pela segunda fase da Copa Sul Americana

Botafogo visita Nacional pela segunda fase da Copa Sul-Americana

FOX Sports 2 transmite ao vivo e com exclusividade. O torneio é uma real chance de título para o Glorioso, que no Campeonato Brasileiro vem fazendo campanha irregular

Gazeta Press

O Botafogo visita o Nacional nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), no Estádio Defensores del Chaco, em Assunção, no Paraguai, em choque válido pela rodada de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana. FOX Sports 2 transmite ao vivo e com exclusividade. O torneio é uma real chance de título para o Glorioso, que no Campeonato Brasileiro vem fazendo campanha irregular, sendo derrotado pelo Internacional por 3 a 0 no fim de semana, no Rio Grande do Sul, e perambulando na parte intermediária da tabela de classificação.

O Botafogo eliminou na fase anterior o Audax Italiano, do Chile, ganhando fora de casa por 2 a 1 e administrando igualdade por 1 a 1 no Brasil. Melhor do que o Nacional, que penou para despachar o modesto Mineros da Venezuela nos pênaltis, após ambos trocarem empates sem gols.

O técnico Marcos Paquetá já começa a ter o trabalho questionado e uma derrota no Paraguai pode complicar seu ambiente no Botafogo. Ele, porém, parece mais preocupado em fazer o time render mais. “Vamos precisar evoluir contra o Nacional para obtermos um bom resultado no Paraguai. As copas continentais são complicadas, sabemos que não é fácil ganhar no Defensores, mas se atuarmos dentro do que foi trabalhando, corrigindo alguns aspectos, podemos vencer”, avaliou.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Os jogadores alvinegros sabem como é importante um bom resultado na ida. “Sabemos que a segunda partida é sempre muito tensa, portanto, temos que fazer o que fizemos na primeira fase, ou seja, um grande jogo e, de preferência, com a conquista de uma vitória”, disse o zagueiro Joel Carli.

Em termos de escalação o Botafogo está indefinido, pois um atraso no voo prejudicou a preparação para o jogo. O volante Rodrigo Lindoso e o atacante Rodrigo Pimpão retornam de suspensão, porém, o lateral-esquerdo Moisés, com dores musculares na coxa direita, e o atacante uruguaio Rodrigo Aguirre, suspenso pela Conmebol, ficam de fora.

Pelo lado do Nacional o técnico Celso Ayala sabe da importância de ganhar em casa. “Nós vamos precisar nos impor. O Botafogo é uma equipe brasileiro, com grande qualidade e bom toque de bola. Mas precisamos fazer o resultado positivo se quisermos buscar a classificação no Brasil”, pontuou.

Corinthians, Santos x Cruzeiro, e Botafogo: brasileiros no FOX Sports!

O treinador teve que conviver com algumas perdas em seu elenco neste meio de ano, sendo uma delas o habilidoso meias Juan Salgueiro, que já defendeu o Botafogo e foi jogar no Libertad, também do Paraguai. O volante Edgardo Orzusa acertou com a Chapecoense, enquanto que o zagueiro Teodoro Paredes foi para o futebol argentino. A principal esperança recai nas costas do atacante Nery Cardozo.

No fim de semana o Nacional cedeu empate por 1 a 1 ao General Díaz, que estava perdendo até os 48 minutos do segundo tempo. Com dois pontos, a equipe ocupa a décima colocação na classificação geral do Campeonato Paraguaio.

Saiba mais:

Shakhtar quer atacante do São Paulo

Zagueiro do Santos na mira de gigantes

Flamengo pode ter retorno de Berrío

Quem avançar do confronto entre Botafogo e Nacional do Paraguai vai enfrentar nas oitavas de final o vitorioso do embate entre Bahia e Cerro do Uruguai, que fazem o jogo de volta dia 8 de agosto em Montevidéu, capital uruguaia. Na ida, os baianos ganharam por 2 a 0. Já o confronto de volta entre os botafoguenses e os paraguaios será em 16 de agosto, no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro.

FICHA TÉCNICA
NACIONAL-PAR X BOTAFOGO

Local: Estádio Defensores del Chaco, em Assunção (Paraguai)
Data: 1 de agosto de 2018 (Quarta-feira)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Roberto Tobar (Chile)
Assistentes: Claudio Ríos (Chile) e Edson Cisternas (Chile)

NACIONAL: Santiago Rojas, Ariel Benítez, Gustavo Velázquez, Miguel Paniagua e Diego Melgarejo; Sergio Fretes, Luis Miño, Derlis Orué e Ricado Clarke; Danilo Santacruz e Nery Cardozo
Técnico: Celso Ayala

BOTAFOGO: Saulo, Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes, Luiz Fernando e Leonardo Valencia; Rodrigo Pimpão e Kieza
Técnico: Marcos Paquetá

Crédito da foto: Flickr/Botafogo

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!