França mantém tabu histórico da Copa, e Deschamps pode igualar duas lendas com título

França mantém tabu histórico da Copa, e Deschamps pode igualar duas lendas com título

Com a vitória por 1 a 0 sobre a Bélgica, time francês impediu que um treinador estrangeiro pudesse faturar o Mundial. Se for campeão, treinador entra no seleto grupo de Zagallo e Beckenbauer

EFE

A derrota da seleção belga para a França, nesta terça-feira (10 de julho), em São Petersburgo, garante que a Copa do Mundo manterá um tabu histórico: o de que todos os campeões tinham técnicos nascidos no próprio país.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

O espanhol Roberto Martínez tentava igualar os feitos do inglês George Raynor e do austríaco Ernst Happel, que levaram Suécia e Holanda, respectivamente, à final, mas acabaram ficaram sem os canecos. O primeiro colocou os então anfitriões da edição de 1958 na decisão em que perderam para o Brasil, enquanto o segundo viu os comandados perderem para a Argentina, em 1978.

Comandante da seleção francesa, que venceu a Bélgica por 1 a 0 e se classificou à final, Didier Deschamps poderá se igualar ao brasileiro Zagallo e ao alemão Franz Beckembauer. Os dois foram os únicos que conquistaram a Copa como técnico e jogador.

Quando jogava como volante, em 1998, o atual treinador 'bleu' levantou a taça de campeão após a vitória por 3 a 0 sobre o Brasil no Stade de France.

O FOX Sports transmite ao vivo todos os jogos da Copa do Mundo da Rússia. Para acompanhar todas as notícias do Brasil e das outras seleções, confira a página especial do FOXSports.com.br.

Saiba mais:

Juve viaja para fechar com CR7

Fla: entenda a situação de Guerrero

"Real está obcecado por Neymar"

Crédito da foto: Divulgação França

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!