Neymar mereceu virar meme mundial ou apanhou demais? Há um ex-companheiro que pode inspira lo

Neymar mereceu virar meme mundial ou apanhou demais? Ex-companheiro pode inspirá-lo

Criticado por conta de simulações em contatos com adversários, craque da Seleção chamou mais atenção por isso do que pelo futebol apresentado. Para Eugênio Leal, Luis Suárez pode ser o exemplo para o camisa 10 nesta retomada

José Ricardo Leite

Neymar chegou à Copa do Mundo da Rússia com grande expectativa de que pudesse conduzir o Brasil ao sexto título mundial e, com grandes exibições individuais, criasse a chance de quebrar a hegemonia de Messi e Cristiano Ronaldo como melhores do mundo nos últimos 10 anos.

Apesar dos dois gols marcados e alguns belos dribles em rivais, a participação do craque do PSG ficou mais marcada pela chuva de críticas que recebeu pela valorização de faltas sofridas do que por alguns de seus bons lances.

As críticas de torcedores, ex-jogadores e comentaristas foram ácidas, e Neymar acabou por virar meme na web por analogias com as quedas que teve em campo quando teve contato com adversários. Não são poucas as imagens que circulam ao redor do mundo com o nome Neymar gerando quedas ao solo.

Como contraponto, no último domingo (8 de julho) mesmo, por exemplo, o tetracampeão Taffarel, em entrevista ao jornal Extra, falou sobre o assunto. Preparador de goleiros da Seleção na Copa, ele ressaltou que Neymar é muito visado pelos jogadores rivais.

Afinal, as quedas de Neymar foram para tantas críticas? O seu jeito de jogar, partindo para cima nos dribles, não acarreta em reais faltas sofridas pelo atacante? Ou elas realmente acontecem, e ele as valoriza demais e acaba por deixar como ponto mais falado a supervalorização da queda e não a falta mesmo.

Há chance de as críticas gerarem uma reflexão em Neymar a ponto de mudar seu jogo? O comentarista Eugênio Leal, do FOX Sports, lembra, por exemplo, que Luis Suárez modificou seu jeito mais "sujo" de jogar depois que as imagens denunciavam seu comportamento. Ele recebeu críticas fortes há quatro anos, sendo bombardeado quase como Neymar após a mordida em Chiellini no Uruguai x Itália, da Copa de 2014.

Veja as análises e projeções do "efeito Copa" na carreira de Neymar por outros comentaristas do FOX Sports:

Rodrigo Bueno:

"Eu fui um dos que mais o criticou por conta do comportamento dentro de campo. Acho que ele fez, sim, por merecer tantos memes e tantas piadas por essa prática ridícula e burra nos dias atuais, quando temos várias câmeras e agora até o VAR. Não foram exageradas as brincadeiras, não. Neymar colheu o que plantou. Durante boa parte da carreira, ele fez isso. Quase sempre no Brasil e em alguns de seus times, aliviaram para ele, passaram a mão na cabeça de forma errada. Neymar não corrigiu esse defeito, até porque se acostumou a ser protegido por seus treinadores, companheiros e fãs. Hoje paga o preço por isso. Sua valiosa imagem está arranhada e vai ser difícil agora  tirar esse rótulo de simulador da testa"

Fabio Sormani:

"Não houve e nem há exagero nesses memes e nas zoações. Neymar colhe no presente o que plantou no passado. O futuro a Deus pertence? Negativo: o futuro está nas mãos dele. Se ele parar com essa frescura de se jogar em campo e de teatralizar faltas recebidas, será olhado com respeito e admiração. Caso contrário, continuará sendo alvo de chacota no mundo inteiro. O que o Neymar faz ajuda a potencializar a fama de cai-cai dos jogadores brasileiros. E eles estarão mais do que nunca na alça de mira dos árbitros, torcedores, mídia e adversários europeus. Que isso sirva de lição e alerta para todos. Neymar criou esse monstro que atacará impiedosamente os brasileiros nesta próxima temporada europeia.

Rodrigo Bueno sobre a 'ajuda' do VAR:

"Acho que o VAR, sobretudo, vai ajudar a diminuir as simulações. Ainda vão existir lances do tipo, mas creio que o mundo do futebol vai criticar cada vez mais essa atitude antiesportiva, esse comportamento. A busca por justiça e por correção no esporte está na moda. Quem simular, pode até ter vantagem em um lance ou outro, mas pagará o preço depois de ser criticado, vaiado, hostilizado, ridicularizado. Neymar é hoje o grande símbolo disso. Que sirva de lição especialmente para a nova geração de jogadores brasileiros que está surgindo"

Daniel Arcucci, jornalista argentino do FOX Sports e autor da biografia de Diego Maradona:

"De maneira nenhuma acho que tenha havido um exagero por parte da imprensa, dos meios de comunicação, mas acho, sim, que houve um exagero do próprio Neymar, que chegou a um momento em que terminou quase parodiando a si mesmo. Exagerou tanto que não foi realmente Neymar. E vê-lo cair já chegava a ser engraçado. E mais: na partida contra a Bélgica, Neymar cai, começa a rolar, se dá conta que estava exagerando novamente e para imediatamente. Esse podia não ser o objetivo dele mas foi o que senti. Posso dizer é que, nesse momento, Neymar se deu conta que nasceu um meme novo e disse: ‘Não quero me converter num meme real’. Foram realmente chamativos os exageros e o que jogou contra o Neymar foi a maneira como se filma hoje o jogo, como se vê o futebol hoje. Se vê tanto que tudo está em evidência. O melhor foi a famosa pisada no jogo contra o México, super exagerado. E, com isso passo, a segunda pergunta: se vai haver um debate sobre futebol limpo e sobre simulações efetivamente. Acho que o VAR, entre outras coisas, chegou para isso. Está falando um jornalista argentino que viu o gol de Maradona contra a Inglaterra, ao vivo, e que sabe que com a tecnologia que temos hoje, 32 anos depois, não seria válido. Então, assim como a tecnologia está ajudando para que o jogo seja cada vez mais limpo nesse tipo de situações, também é para que os jogadores se deem conta que estão sendo muito observados e que não podem simular como fez Neymar neste Mundial, parodiando a si mesmo"

Felippe Facincani também comenta sobre a situação de Neymar:

NEYMAR É LISO! Facincani desabafou sobre as críticas a Neymar! #FOXNaRússia #JogaOqueSabe

Uma publicação compartilhada por FOX Sports Brasil (@foxsportsbrasil) em

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!