Palmeiras participará de um torneio no Panamá durante a parada da Copa

Palmeiras participará de um torneio no Panamá durante a parada da Copa

Entre os dias 28 de junho e 9 de julho, o Verdão participará do torneio Por la Paz de Colón

Gazeta Press

Até a Copa do Mundo, o Palmeiras possui uma dura sequência no Campeonato Brasileiro, que termina na partida contra o Flamengo, em 13 de junho, apenas um dia antes do início do Mundial, na Rússia. Durante esta pausa de um mês, porém, o Verdão fará um recesso até o dia 25 e depois viajará pela América Central, onde realizará uma série de atividades, custeadas pelos organizadores dos eventos.

Entre os dias 28 de junho e 9 de julho, o Palmeiras participará do torneio Por la Paz de Colón, no Panamá, quando enfrentará a equipe local, Club Deportivo Árabe Unido (em 30/06), e o Deportivo Independiente de Medellín, da Colômbia (em 04/07), no estádio Romel Fernandez. Depois desses compromissos, o alviverde segue para a Costa Rica, onde disputará amistoso contra a Liga Alajuelense, da primeira divisão.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Esta será a primeira vez que o time palestrino vai ao Panamá. Na Costa Rica, no entanto, já esteve em duas outras oportunidades: uma em 1952, quando disputou dois jogos, contra o Órion, pela Taça Ribeiro de Carvalho, e diante do Deportivo Saprissa, pela Taça Presidente da República; e a outra em 64, em um novo confronto ante o Saprissa. Em todas as três partidas o Palmeiras saiu vitorioso.

Tirando essas longínquas disputas, o confronto internacional mais recente foi na pré-temporada de 2016, quando disputou a Copa Antel, no Uruguai, enfrentando o Libertad, do Paraguai, e o Nacional, do Uruguai, que seria seu adversário na Libertadores daquele ano. Outra competição amistosa ocorreu em 1997, quando o alviverde sagrou-se campeão do Torneio Naranja, quando enfrentou o Valencia, da Espanha, e o Flamengo. Em seguida, fez amistoso com o Deportivo La Coruña, também da Espanha.

Ainda em 97, o Palmeiras disputou a Rebook Cup, nos Estados Unidos, enfrentando o Júnior Barranquilla, da Colômbia, e o Necaxa, do México. Para finalizar essa excursão, ainda duelou contra o New England Revolution (EUA), pela Taça Amizade. Dois anos depois, em 99, viajou para a Europa, mas dessa vez apenas para dois amistosos na Itália, um contra o Grand Paradis e outro contra o Combinado de Val D’Aosta – este último se tornando a maior goleada do Palmeiras (15 x 0).

Saiba mais:

Vinicius Jr pode deixar o Fla em julho

Santos quer fechar troca com o Atlético-MG

Neymar, Salah e mais: os sonhos do Real

Crédito da imagem: Divulgação/Flickr Palmeiras

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!