Paulinho do Vasco admite que jogaria pelo rival Flamengo Se tivesse a oportunidade

Paulinho, do Vasco, admite que jogaria pelo rival Fla: "Se tivesse a oportunidade..."

Uma das maiores revelações do clube desde Philippe Coutinho, e maior venda da história do Cruzmaltino, atacante fez a revelação em entrevista à ESPN; momentos após a declaração, o jogador tratou de se explicar

FOX Sports

Tido por muitos como a maior revelação do Vasco da Gama desde Philippe Coutinho, o atacante Paulinho surpreendeu a torcida cruzmaltina nesta quinta-feira (17 de maio). Em entrevista à ESPN, a joia de São Januário admitiu que jogaria pelo maior rival do clube: o Flamengo. 

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

"Não sei, só o tempo dirá isso. Acho que se tivesse a oportunidade e ter que jogar, acho que jogaria sim", revelou o menino, que logo em seguida, tratou de explicar a declaração que deu, uma vez que ela gerou grande repercussão nas redes sociais. 

“As pessoas interpretam do jeito que querem. ‘Só o tempo dirá’ o que quis dizer é que ninguém sabe o dia de amanhã. Sou profissional e não vai ser isso que vai prejudicar minha relação com o clube que me criou e que amo de coração!”, publicou o atacante.

Já anunciado oficialmente pelo Bayer Leverkusen, o atacante concedeu entrevista coletiva em abril, para explicar os motivos que o levaram a acertar com o clube alemão. 

"A decisão foi minha. Nesse momento que o clube passa também há essa necessidade da parte financeira e, pessoalmente, foi bom para mim. Nunca escondi essa minha vontade de jogar na Europa. Vou procurar me desenvolver para, dentro desse projeto, ter uma boa carreira e chegar onde quero", afirmou o atacante. 

Luverdense x Santos, decisão no grupo do Corinthians e Libertadores; a quinta no FOX Sports

Paulinho foi vendido por cerca de por 20 milhões de euros (cerca de R$ 85 milhões). O Vasco tem direito a 65% do valor total, algo em torno de R$ 55,25 milhões, sendo a maior venda da história do clube carioca. 

"A contratação de Paulinho é um grande sucesso para o nosso clube", exaltou o diretor executivo do Bayer, Michael Schade. Após a divulgação, o clube postou em seu Twitter uma espécie de "declaração" aos brasileiros, listando todos os jogadores do país que já defenderam o Rubro-Negro: Zé Elias, Lúcio, França, Juan, Renato Augusto, Jorginho, Tita, Roque Júnior, entre outros. 

O jogador só pode se transferir para o Bayer em julho, quando completa 18 anos. Enquanto isso, a revelação se recupera de uma fratura no braço esquerdo, fato que provavelmente impedirá que ele volte a atuar com a camisa vascaína antes da ida para a Alemanha. 

Saiba mais:

Presidente do Barcelona revela encontro com Griezmann

PVC aponta grande problema do Corinthians em 2018

Santos faz proposta para contar com ex-Palmeiras pós-Copa

Crédito da foto: Paulo Fernando/Vasco da Gama

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!