Carille diz como apoio da torcida no CT 'mexe' com Corinthians antes do Dérbi

Cerca de 300 torcedores marcaram presença no último trabalho do Timão antes do duelo contra o rival Palmeiras, que acontece neste domingo (13), em Itaquera, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro

False
357867

O técnico Fábio Carille observou com a mesma calma de sempre enquanto torcedores corintianos se agitavam no portão de imprensa do CT Joaquim Grava, estourando pequenos fogos de artifício e fazendo festa pela proximidade dos jogadores antes do treino de sábado (12 de maio), véspera do Derby na Arena. Sereno para sorrir e puxar os aplausos, o comandante corintiano parece ter claro na sua cabeça a importância da presença da torcida em partidas desse tipo.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

“É muito bom, legal. Se não me engano, na véspera do 2 a 0 em que ganhamos no estádio do Palmeiras foi assim. É bom sentir esse carinho, calor. Na maioria das vezes, aconteceu quando jogou fora e torcida não estaria presente. Agora é diferente, e vamos ter no jogo, nos apoiando. Isso é legal, mexe com a gente”, disse o treinador, na sexta-feira, antes mesmo da ação dos corintianos.

A sua caminhada ao lado do elenco ocorreu pela presença de cerca de 300 torcedores, que posicionaram-se à frente da entrada dos jornalistas e entoaram cânticos de apoio aos atletas. Liderado por Carille, o elenco fez questão de agradecê-los antes do começo do treinamento, evitando que todos passassem a manhã inteira antes de receber qualquer interação com o elenco.

O ônibus com a maior parte dos aficionados chegou por volta das 9h da manhã, parou em frente ao portão principal do CT e tinha a expectativa de apoiar os jogadores já na entrada. Como muitos já haviam chegado para o treinamento, todos rumaram para a entrada da imprensa, que possui um portão mais aberto de onde, ainda que com dificuldade, é possível observar a movimentação dos jogadores.

Barcelona, Série A TIM, Bellator e mais: tudo no FOX Sports

Contente pela participação dos corintianos, Carille tem nos registros recentes um álibi para sustentar sua tese de “diferencial”. Desde que passou a ser rotina o treino com presença de torcida, o Alvinegro jogou seis Derbys, vencendo cinco e perdendo um. A derrota, porém, ocorreu justamente na ocasião em que, por causa do curto espaço de tempo entre a semi e a final do Paulista, os torcedores não foram no treino da véspera.

Tranquilizado pelo triunfo por 3 a 1 sobre o Vitória, na quinta, o treinador agora tem no clássico a chance de ganhar uma força maior para o jogo contra o Deportivo Lara-VEN, decisivo na briga por uma vaga nas oitavas de final da Libertadores da América. Caso vença os venezuelanos, no dia 17, o Alvinegro já estará assegurado na próxima fase do torneio.

Saiba mais:

Jornal diz que Neymar já avisou que não fica no PSG

Barcelona decide se compra ou não Arthur, do Grêmio

Ídolo do Flamengo se rende a Paquetá e dá 'dica' ao clube

Crédito Foto: Agência Corinthians

Deixe seu comentário