Marquinhos admite uma tristeza no PSG e diz onde deve jogar na próxima temporada

Zagueiro brasileiro concedeu entrevista ao jornal Le Figaro, e fez um balanço sobre a temporada com a equipe francesa; segundo o jogador, seu futuro deve mesmo permanecer em Paris

False
357771

O zagueiro Marquinhos, do Paris Saint-Germain, que tem contrato com o clube francês até 2022, deu como certa sua continuidade na equipe parisiense para a próxima temporada e assumiu a decepção que representou a eliminação na UEFA Champions League diante do Real Madrid.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

"No que me diz respeito, quero ficar. Acredito que o presidente também quer que eu fique. Por isso, acho que na próxima temporada irá tudo bem aqui", disse em entrevista ao jornal Le Figaro. O brasileiro aproveitou para brincar sobre o assunto ao comentar que suas chances de ficar em Paris são de "11 para 10".

Marquinhos fez um balanço positivo da temporada que está terminando, a última com o espanhol Unai Emery como treinador, na qual o PSG venceu os quatro títulos em disputa na França: o Campeonato Francês, a Copa da França, a Copa da Liga e a Supercopa.

Barcelona, Atlético de Madrid, Série A TIM, Bellator e mais: tudo no FOX Sports

Não obstante, o zagueiro reconheceu a tristeza que representou para o grupo a eliminação nas oitavas de final da Champions diante do Real Madrid.

"Com todas as novas contratações, as expectativas tinham aumentado em relação ao ano anterior", analisou Marquinhos, em alusão às chegadas de Neymar e do francês Kylian Mbappé ao clube parisiense.

"Vimos equipes com grandes investimentos que ainda não venceram. É preciso tempo, história, adaptação e se tornar grande para chegar longe e ganhar a Champions. Nós estamos no bom caminho", comentou o defensor.

Sobre o técnico Emery, Marquinhos elogiou a "paixão" que ele coloca em seu trabalho e garantiu que "só terá boas lembranças" dele.

(Crédito da imagem: Divulgação/Twitter/PSG)

Saiba mais:

Jornal diz que Neymar já avisou que não fica no PSG

Barcelona decide se compra ou não Arthur, do Grêmio

Ídolo do Flamengo se rende a Paquetá e dá 'dica' ao clube

Deixe seu comentário