Rômulo integra 'terceiro time' do Flamengo e encaminha saída da Gávea

Contratado para ser a solução dos problemas do time em 2017, volante não agradou e acabou sendo vaiado pela torcida. Neste ano, fez apenas cinco jogos e está próximo de ser emprestado

False
353810

Contratado do Spartak Moscou no ano passado, Rômulo chegou ao Flamengo com status de jogador de Seleção Brasileira, mas não empolgou. Sem o brilho que teve nos tempos do Vasco, quando foi convocado para os Jogos Olímpicos de Londres e faturou a medalha de prata, o jogador cada vez mais perde espaço dentro do plantel rubro-negro, e uma saída vem sendo negociada para o restante do ano.

Fla, SP, Vasco, Grêmio, Cruzeiro, Atlético-MG, Real e mais: a super semana do FOX Sports

Titular no início da última temporada, viu Márcio Araújo e Cuéllar ficarem à sua frente com Zé Ricardo, assim como Willian Arão. E o enredo se repetiu com Reinaldo Rueda, que chegou ao clube no meio de 2017. Neste período, Rômulo acumulou algumas lesões e não conseguiu recuperar o ritmo ideal para competir de igual para igual. Chegou a ser especulado no Internacional, mas a negociação não evoluiu.

Neste ano, o segundo do retorno ao Brasil, ele era uma das esperanças de Rodrigo Caetano para voltar a ser o jogador do passado. Começou como capitão em um time mesclado de jovens e agradou. Mostrou ser um atleta mais veloz do que aquele de 2017 e deu esperança à comissão técnica e torcida na vitória por 1 a 0 sobre o Bangu. No entanto, não repetiu a exibição na partida seguinte, diante do ex-clube Vasco, e acabou vaiado no 0 a 0 pelos rubro-negros.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Até o momento, entrou em campo cinco vezes e não conseguiu engrenar. A última aparição como titular foi em outro clássico, desta vez contra o Fluminense. O camisa 27 foi o pivô do primeiro gol da goleada por 4 a 0 do Tricolor, falhando no primeiro tento do adversário. Depois disso, foi aproveitado apenas no empate em 2 a 2 com o River Plate, na estreia da Conmebol Libertadores, e não teve mais oportunidade.

Recentemente, foi especulado em uma ida para o Santos, isso na negociação com o lateral Zeca, mas o clube negou envolver atletas. No entanto, internamente, a saída do volante é dada como certa. Fora da lista de relacionados da partida contra o Vitória, no último sábado (14), ele ocupa o terceiro time nos treinamentos, já que Jonas costuma formar a dupla de volantes com Arão, enquanto Cuéllar tem sido o preferido na equipe titular. Com vínculo até o fim de 2020, um possível empréstimo esbarra no alto salário do atleta, na casa dos R$ 250 mil.

Leia também:

Inter e Milan brigam por ex-São Paulo

Gigante brasileiro de olho em Thiago Maia

Bayern terá baixa importante contra o Real

Crédito Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

Deixe seu comentário