Juíza nega liberação de Scarpa e adia decisão do imbróglio com o Fluminense

Juíza nega liberação de Scarpa e adia decisão do imbróglio com o Fluminense

Meia também teve pedido negado para que tivesse a liberação antecipada do clube das Laranjeiras enquanto o processo estivesse em andamento

Gazeta Press

O imbróglio envolvendo Gustavo Scarpa e Fluminense não acabou nesta segunda-feira. A juíza Dalva Macedo concedeu dez dias para as partes apresentarem seus argumentos finais no processo durante audiência realizada no Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro (TRT-RJ). Ela irá apresentar a sentença ao término do prazo determinado e quem perder a primeira instância poderá recorrer.

Fla, SP, Vasco, Grêmio, Cruzeiro, Atlético-MG, Real e mais: a super semana do FOX Sports

O meio-campista também teve pedido negado para que ele tivesse a liberação antecipada do clube das Laranjeiras enquanto o processo estivesse em andamento. Assim, o jogador de 24 anos segue vinculado ao Fluminense e não pode defender o Palmeiras. Dalva Macedo foi a responsável por ter derrubado a liminar que permitia que ele atuasse pelo Verdão.

Gustavo Scarpa compareceu à audiência, que foi fechada para a imprensa e está correndo em segredo de justiça a pedido dos advogados do atleta.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

O jogador formado na base do Tricolor Carioca havia conseguido liberação em janeiro por causa do processo em que alega atraso do pagamento de salários, direito de imagem e FGTS. No entanto, a liminar foi cassada e o antigo vínculo dele foi retomado. Parte da dívida chegou a ser quitada, mas após o processo ter sido protocolado na justiça.

(Crédito da imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

Link copiado para a área de transferência!