Por Lucas Lima, Roger deve promover mudança em posicionamento no Palmeiras

Por Lucas Lima, Roger deve promover mudança em posicionamento no Palmeiras

Treinador revelou que identificou desgaste dos volantes para acompanhar variações do meia na saída de bola. Nova forma de se posicionar deverá ser testada na estreia do Campeonato Brasileiro

Gazeta Press

Lucas Lima vive seu primeiro momento conturbado desde que chegou ao Palmeiras. Com atuações apagadas nos últimos jogos, o meia acabou vaiado ao ser substituído na partida diante do Boca Juniors, pela Conmebol Libertadores. Após o duelo com os argentinos, Roger Machado defendeu o camisa 20, mas admitiu que seu desempenho tem oscilado. Agora, o treinador acredita que já identificou o problema e irá alterar o posicionamento de Lucas Lima em campo.

“O Lucas gosta de buscar a bola no campo defensivo para ter os adversários de frente e enxergar o jogo com mais amplitude. Ele gosta de se juntar aos lados do campo para fazer jogo de parceria com os laterais e com o atacante. Eu preciso ter um equilíbrio de cinco jogadores atrás da bola e cinco na frente. Nesse momento, os volantes estão passando um pouco mais, o que tem gerado desgaste”, disse o comandante.

Barça x Valencia, Milan x Napoli, clássicos na Alemanha e na Itália: o fim de semana no FOX Sports

Desde que chegou ao Palmeiras, Lucas Lima foi abraçado pela torcida palestrina. Em sua estreia, marcou gol e teve o nome gritado, apesar do passado com uma relação polêmica com o clube. Na quarta, diante do Boca, porém, as arquibancadas manifestaram as primeiras reclamações com o camisa 20, que não vem tendo boas atuações.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

“O que eu tenho falado bastante com o Lucas, e é uma das questões que a gente precisa corrigir e evoluir no nosso jogo coletivo, é que o Lucas vem buscar a bola perto dos volantes e falta um jogador à frente da linha da bola. Esse jogador tem de ser um volante. O desgaste dos meus volantes é em função desse mecanismo que se formou em função do Lucas gostar de pegar a bola de frente e organizar desde o campo de defesa. O Lucas foi o maior assistente no Paulista, contribuiu muito, mas sempre há ajustes para se fazer. Pena que a instabilidade aconteceu nesses momentos agora, mas logo a gente volta ao nosso aproveitamento normal”, completou.

(Crédito da imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

Link copiado para a área de transferência!