Após eliminação na Champions, Barça pode mandar 'homem forte' embora e começar reformulação

Diretor Robert Fernández está pressionado e pode deixar o clube catalão; filho de ídolo é um dos cotados a assumir a função

False
353347

A eliminação do Barcelona na Uefa Champions League pode causar mudanças no staff do clube catalão. A derrota para a Roma nas quartas de final abalou o corpo técnico e um dos ‘homens fortes’ do futebol, Robert Fernández, pode estar na ‘mira’ para deixar o Barça. Jordi Cruyff, filho do ídolo do clube Johan Cruyff, é um dos cotados a assumir a função em caso de reformulação.

Barça x Valencia, Milan x Napoli, clássicos na Alemanha e na Itália: o fim de semana no FOX Sports

Fernández chegou ao clube em 2015 com a missão de dar continuidade a reformulação da equipe que tinha acabado de se sagrar campeã da Champions. Com as saídas de Puyol, Daniel Alves, Pedro e Xavi, o dirigente chegou a gastar em 446 milhões de euros (R$ 1,8 bilhão) em reforços. No entanto, os resultados não condisseram com o esperado. No jogo contra a Roma, apenas dois reforços contratados pelo cartola foram titulares: Semedo e Umtiti.

Outras transações do diretor que foram contestadas, são os atletas contratados para a atual temporada. O Barça gastou 323,8 milhões de euros (R$ 1,3 bilhão) nas aquisições de Deulofeu, Semedo, Yerry Mina, Paulinho e Dembélé, sem que os atletas se mostrassem capazes que serem titulares absolutos.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Com Fernández pressionado e o presidente Bartomeu tendendo a reformular o futebol do Barcelona, Jordi Cruyff ganha força para assumir a função. O holandês é filho do ídolo do Barça Johan Cruyff. Nomes como Monchi, atualmente na Roma, e Kluivert também são ventilados no clube.

Saiba mais:

Palmeiras busca zagueiro

Aguirre fala sobre Everton

Bayern anuncia treinador

Crédito Foto: EFE

Deixe seu comentário