Final do Paulista "pode mudar", diz presidente do TJD

Antônio Olim concede entrevista à TV Globo, reforça posição da Federação Paulista de Futebol, mas admite que decisão do campeonato estadual pode ser impugnada se comprovada interferência externa

False
352972

A polêmica envolvendo a final do Campeonato Paulista parece estar longe do fim. Durante entrevista para a TV Globo, nesta quarta-feira (11 de abril), Antônio Olim, presidente do Tribunal de Justiça Desportiva-SP (TJD-SP), admitiu que o resultado da competição pode mudar, desde que a investigação conclua a existência de interferência externa na arbitragem.

Botafogo e Galo na Sul-Americana, Arsenal na Europa League e mais: a programação do FOX Sports

"Pode mudar. De repente o que chegar lá na frente, se tiver alguma coisa que mostre que alguém fez o juiz mudar sua posição, sim. Vamos ver todas as imagens, ouvir as pessoas. Não vamos falar antes de investigar. A investigação é muito rápida e vai ser bem profunda. Vamos chamar quem precisar”, garantiu Olim.

No entanto, o presidente do TJD-SP reforçou a posição da Federação Paulista de Futebol de que Dionisio Roberto Domingos, chefe de arbitragem da federação e “prova” principal utilizada pela defesa do Palmeiras, alegando interferência, tem autorização para estar no gramado.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Imediatamente com o pedido do Palmeiras, mandamos para o procurador-geral. Será escolhido um relator e será colocado em pauta. É uma investigação policial e faremos. Essa pessoa (Dionísio) até tem autorização para estar em campo. Todos os vídeos serão vistos, e o Palmeiras entrou com representação. Hoje continua do jeito que está”, finalizou.

Saiba mais:

Fla: Bauza revela sondagem e acena positivamente

Vasco: gigante europeu oferece R$ 59 milhões por Paulinho

Diego Souza pode deixar o São Paulo rumo a ex-clube

(Crédito da foto: Flickr Palmeiras)

Deixe seu comentário