Gareca abre o jogo sobre a situação física de Guerrero e diz como vê atacante do Fla

Em entrevista exclusiva ao jornal AS, treinador da seleção do Peru rasgou elogios ao capitão e garantiu que acumula esperanças de contar com o centroavante na Copa do Mundo

False
352718

Principal nome da seleção do Peru, Paolo Guerrero segue fora de combate, já que está na reta final da punição por doping. Afastado desde o fim do ano passado, o atleta não podia nem usar as dependências do Flamengo para treinar. No entanto, fez exercícios à parte e, segundo o clube carioca, se apresentou bem 45 dias antes do término da suspensão. E o técnico Ricardo Gareca foi questionado sobre a situação do seu capitão, que pode retornar aos gramados a partir do dia 3 de maio.

Botafogo e Galo na Sul-Americana, Arsenal na Europa League e mais: a programação do FOX Sports

Em entrevista ao jornal peruano AS, o comandante argentino foi bem sincero em relação ao centroavante. Destacou a importância do jogador para a equipe, ressaltou que segue na esperança de contar com Guerrero em campo e diz que tem contato frequente com o atleta para falar sobre como anda a situação física de momento:

"Eu sigo como todo mundo. Com muita expectativa, confiando e acreditando em Paolo Guerrero, mas também na minha equipe. Ele é um excelente profissional, conviveu com uma fatalidade, mas me deixou muito feliz, apesar disso, já que pode ter chances concretas de disputas a Copa do Mundo", afirmou Gareca, exaltando também o papel do peruano em campo:

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

"Guerrero tem características que não temos em nenhum jogador na seleção. Ele está focado em se preparar para estar na Copa do Mundo. Estamos em constante comunicação com ele, que está fazendo muito para conseguir o melhor caminho para a Copa do Mundo", finalizou Gareca.

Punido por um ano no caso de doping, Guerrero conseguiu reverter a situação para seis meses, o que o coloca na Copa do Mundo. Entretanto, enquanto o atacante do Flamengo busca um recurso de absolvição, a Wada, sigla em inglês do Comitê de Apelação da Fifa, quer a punição de dois anos. Ainda não há uma data definida para o julgamento. Caso seja punido, o atacante estará fora do Mundial.

Saiba mais:

Palmeiras rompe com Federação Paulista e faz exigências

Guerrero quer bolada para renovar com o Fla, diz Andrés

Novela Zeca perto de final feliz para dois clubes

Crédito da Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

Deixe seu comentário