Estudiantes bate Real Garcilaso e embola grupo do Santos; Colo Colo empata

Estudiantes bate Real Garcilaso e embola grupo do Santos; Colo-Colo empata

A equipe argentina vai a quatro pontos e assume a liderança, sem poder ser ultrapassado nesta rodada. Santos luta pela primeira vitória

Gazeta Press

Abrindo a segunda rodada do Grupo 6 da Copa Libertadores, o Estudiantes recebeu no Estádio Ciudad de La Plata a equipe do Real Garcilaso, dominou a partida sob forte chuva e conseguiu o primeiro triunfo nesta temporada da competição por 3 a 0.

O resultado embola o grupo. A equipe argentina vai a quatro pontos e assume a liderança, sem poder ser ultrapassado nesta rodada. O Garcilaso, por sua vez, que venceu o Santos na primeira rodada, fica na vice-liderança com três pontos, mas pode perder a posição em caso de vitória do Nacional, que encara o Santo nesta quinta-feira no Estádio do Pacaembu, às 19h15 (de Brasília).

Corinthians, São Paulo, Santos, Juve, Boca x River e Europa League: tudo no FOX Sports

Na próxima rodada, o Estudiantes recebe justamente o Santos no Estádio Ciudad del la Plata, duelo que acontece apenas no dia 5 de abril, às 21h30 (de Brasília). Dois dias antes, às 19h15 (de Brasília), o Nacional vai ao Peru enfrentar o Garcilaso.

O JOGO – O Garcilaso começou o jogo se impondo na altitude argentina. No entanto, os mandantes foram entrando na partida e logo passaram a ditar o ritmo. Explorando bastante o lado direito do campo, o Estudiantes aproveitou a velocidade de seus atacantes para levar perigo à meta adversária, enquanto os visitantes pouco criavam e precisaram contar com grande atuação do goleiro Morales.

Saiba mais:

Arsenal mira volante do Corinthians

Jornal: PSG tem elenco 'rachado'

Vinicius Jr é destaque no Equador

Logo na primeira grande oportunidade do jogo, o arqueiro do Garcilaso salvou o time. No meio da área, Campi mandou para o gol de primeira e Morales defendeu. No rebote, Schunke bateu e, no reflexo, o goleiro defendeu mais uma vez, agora com o pé.

Aos 12 minutos, o time peruano vacilou na defesa, Sanches levantou na área e Melano chegou para bater, mas a bola pegou no joelho do jogador e acabou indo por cima do gol. As jogadas seguiam pelo lado direito, e um minto depois, o Estudiantes chegou novamente pela linha de fundo, porém não tinha ninguém na área para finalizar.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Na sequência, mais uma vez pela direita, Melano cruzou na área, Morales saiu mal e tocou de leve na bola, que sobrou para Gimenez na entrada área, mas o jogador, com o gol livre, mandou para fora. Em mais uma jogada em profundidade pela direita, Rodriguez recebeu cruzamento no meio e fez belo chute, mas a bola pegou na trave, cruzou a meta e saiu pelo outro lado.

Na final da primeira etapa, o Estudiantes teve mais duas chances de abrir o placar, mas esbarrou novamente no goleiro do time peruano, que fez belas e seguras defesas para segurar o empate.

No início do segundo tempo, o jogo precisou ser paralisado devido à sinalizadores nas arquibancadas e forte chuva de granizo. Assim que a chuva deu uma amenizada, o Estudiantes não desperdiçou tempo e abriu o placar. Aos oito minutos, após cobrança de escanteio, a bola sobrou no segundo pau e Melano, livre de marcação, bateu no canto da meta de Morales, que nada pôde fazer: 1 a 0.

Após o gol, o Garcilaso não esboçou reação e seguiu sem levar perigo ao gol de Andujar, enquanto o Estudiantes continuou ditando o ritmo do jogo e não teve dificuldade para aumentar a vantagem.

Aos 27, Santillan tocou a bola com o braço na área e o juiz marcou a penalidade. Pavone, vindo do banco, bateu forte no canto direito do goleiro e converteu a cobrança, ampliando o marcador para o time da casa.

Com 40 jogados, mais uma vez Pavone. Após boa troca de passes, Sanchez deu belo tapa por dentro e deixou o artilheiro na cara do gol para mandar para o fundo das redes e decretar de vez a vitória argentina.

Na Bolívia, Colo-Colo e Bolivar ficam no empate

No mesmo horário, pela segunda rodada do Grupo 2, o Colo-Colo visitou o Bolivar e não conseguiu sua primeira vitória nesta Libertadores, encerrando a partida em 1 a 1. Com o resultado, os chilenos somam apenas um ponto, já que perderam no primeiro jogo para o Atlético Nacional. O Bolívar vai a dois pontos, após empatar com o Delfín.

Na próxima rodada, o Colo-Colo enfrenta o Delfín e precisa da vitória para se manter vivo na fase de grupos. O duelo acontece no dia 5 de abril, em Santiago, às 19h15 (de Brasília). No mesmo dia, às 21h30 (de Brasília), o Bolívar terá o apoio de sua torcida para encarar o Atlético Nacional.

Link copiado para a área de transferência!