Inter repete o placar da ida contra o Cianorte e avanca na Copa do Brasil

Inter repete o placar da ida contra o Cianorte e avança na Copa do Brasil

Com gols de Patrick e D'Alessandro, o Colorado bateu a equipe paranaense por 2 a 0 e está garantido na Quarta Fase da competição

Gazeta Press

O Internacional está na próxima fase da Copa do Brasil. Após a derrota no Gre-Nal, o Colorado visitou o Cianorte no estádio Albino Turbay e novamente confirmou o favoritismo diante do adversário, o superando mais uma vez por 2 a 0 graças aos gols de Patrick, aos 38 minutos do primeiro tempo, e D’Alessandro, aos 23 minutos da etapa complementar, se redimindo do pênalti desperdiçado.

Corinthians, São Paulo, Santos, Juve, Boca x River e Europa League: tudo no FOX Sports

Como já havia vencido o jogo de ida por 2 a 0, o Internacional foi a campo sem muita pressão. O Cianorte, por sua vez, teve de sair para o jogo em busca da remontada e justamente por isso se expôs demasiadamente, fato aproveitado pelos visitantes, que abriram o placar em jogada de contra-ataque.

Agora, o Internacional terá de aguardar o sorteio para descobrir quem será seu adversário na quarta rodada da Copa do Brasil, a última antes das oitavas de final, estágio em que os times que disputam a Libertadores também marcarão presença na disputa.

O jogo

O Internacional teve de lidar com a pressão do Cianorte no início do jogo. Precisando vencer por, no mínimo, 2 a 0 para garantir a classificação, a equipe paranaense foi para cima do rival e quase abriu o placar no primeiro minuto de partida com Morelli, que aproveitou a cobrança de escanteio para bater firme e mandar por cima do gol, tirando tinta do travessão de Marcelo Lomba.

O Cianorte manteve a pressão até os 20 minutos. Daí em diante, o Internacional conseguiu sair mais para o jogo e, aos 28, teve um pênalti a seu favor. Marcinho foi derrubado por Arroyo dentro da área, e o árbitro não teve dúvidas ao marcar a falta. D’Alessandro foi para a cobrança, porém, o goleiro João Gabriel acertou o canto e acabou fazendo a defesa para manter a igualdade no marcador.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

O Colorado só conseguiu se redimir com a torcida na reta final do primeiro tempo, mais precisamente aos 38 minutos. O time de Odair Hellmann aproveitou a necessidade de os rivais saírem para o jogo e, em contra-ataque, balançou as redes com Patrick, que recebeu passe de Marcinho, invadiu a área e tocou na saída do goleiro para colocar os gaúchos na frente e deixar a classificação à próxima fase muito bem encaminhada.

Com a vantagem no marcador, o Internacional voltou para o segundo tempo ainda mais confortável e confiante. Desta maneira, os gaúchos passaram a ameaçar mais os donos da casa e assustaram o goleiro João Gabriel em algumas oportunidades antes de D’Alessandro, que perdeu um pênalti, ampliar e recompensar a cobrança desperdiçada na etapa inicial. Aos 23 minutos, Patrick fez grande jogada pela esquerda e cruzou na medida para o meia argentino, que bateu de primeira sem chances ao guarda-meta rival.

Com a boa vantagem, o Internacional diminuiu o ritmo e passou a somente administrar a partida, esperando o apito final. Nos instantes derradeiros, o técnico Odair Helmman ainda realizou algumas alterações para dar “sangue novo” ao Colorado, que abusou da posse de bola para comemorar bastante a classificação após o fim da partida no interior do Paraná.

FICHA TÉCNICA

CIANORTE-PR 0 X 2 INTERNACIONAL

Local: Estádio Albino Turbay, em Cianorte (PR)

Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)

Assistentes: Luiz Claudio Regazone e Gabriel Conti Viana (ambos do RJ)

Gols: Patrick, aos 38 minutos do 1ºT, e D’Alessandro, aos 23 minutos do 2ºT (Internacional)

Cartões amarelos: Arroyo, Rafael Carrilho, Everton Morelli, Richarlyson e André Luís (Cianorte); Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta, Patrick e Brenner (Internacional)

CIANORTE-PR: João Gabriel; Gerônimo, Montoya, Feliphe Gabriel e Arroyo (Deco); Everton Morelli, Rafael Carrilho, Richarlyson, Rafael Xavier (Murilo) e André Luis (Clebinho); Neto Costa

Técnico: Irineu

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Edenílson (Ruan), Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Gabriel Dias, Patrick, D’Alessandro e Marcinho (Rossi); Roger (Brenner).

Técnico: Odair Hellmann.

Saiba mais:

Arsenal mira volante do Corinthians

Jornal: PSG tem elenco 'rachado'

Vinicius Jr é destaque no Equador

Crédito da foto: divulgação/ Internacional 

Link copiado para a área de transferência!