William Machado vê Corinthians correndo risco ao contratar Zeca Se assume, está no seu direito

William Machado vê Corinthians correndo risco ao contratar Zeca: 'Se assume, está no seu direito'

Jogador realizou exames na clínica do Dr. Joaquim Grava e aguarda detalhes para fechar. Sem atuar desde outubro, ele é tido como uma atleta versátil, podendo atuar tanto na lateral-direita, quanto na lateral-esquerda

Gazeta Press

William Machado, gerente de futebol do Santos, acredita que o Corinthians está correndo um grande risco ao tentar a contratação de Zeca. Em meio ao imbróglio judicial envolvendo o clube da Baixada Santista e o jogador, o Timão, surpreendentemente, decidiu apostar em algumas brechas jurídicas para levá-lo de graça ao Parque São Jorge, evitando o pagamento da multa rescisória do lateral, que gira em torno de R$ 200 milhões para clubes do exterior e R$ 150 milhões para clubes brasileiros.

Nesta terça-feira, Zeca realizou exames na clínica do Dr. Joaquim Grava e aguarda alguns detalhes para fechar com o Corinthians. Sem atuar desde outubro, ele é tido como uma atleta versátil, podendo atuar tanto na lateral-direita, quanto na lateral-esquerda.

Libertadores com três brasileiros, Copa do Brasil, Boca x River e Europa League: tudo no FOX Sports

“Se o Corinthians assume isso, está no seu direito. O Santos entende que o risco não é pequeno, como o Corinthians entende. São divergências de interpretação de uma lei. Então, não temos como falar neste momento quem está tomando a melhor decisão”, afirmou William Machado após o congresso técnico realizado na sede da Federação Paulista de Futebol.

Segundo o gerente de futebol santista, Andrés Sanchez teria ligado para José Carlos Peres, presidente do Peixe, para comunicá-lo sobre o acordo com Zeca. Porém, antes disso, o Corinthians já havia tentado um acordo com o clube da Baixada Santista para que o lateral rompesse de uma vez por todas qualquer vínculo com o Santos e pudesse, enfim, voltar a jogar futebol.

“Não surpreendeu, porque o Corinthians já tinha demonstrado o interesse em contratar o atleta, inclusive, já havia contatado o Santos tentando um acordo, coisa que não aconteceu porque, na visão do Santos, os valores oferecidos não eram os ideais. Agora, o Corinthians se baseia em uma decisão jurídica sabendo também que tem um risco em cima disso, mas, infelizmente, o futebol nesse aspecto vai ficar para os advogados resolverem”, prosseguiu.

“Eu acho que o Santos está confiando no seu departamento jurídico. Tem uma multa, a multa não é pequena. O Corinthians passa a correr um risco de um valor alto. Os tribunais vão decidir. Daqui seis meses ou um ano vamos saber se foi uma decisão acertada do Corinthians correr esse risco ou se foi uma decisão errada”, completou.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time 

Recentemente, Zeca conseguiu a liberação contratual com o Santos, no entanto, uma nova audiência está marcada para abril, em que o departamento jurídico santista está bastante confiante quanto à uma vitória nos tribunais. Embora o lateral reclame na Justiça pelo fato de não ter recebido luvas e bonificações, seu futuro segue indefinido. Salários atrasados poderiam facilitar a saída do jogador, no entanto, seus vencimentos e o fundo de garantia já foram quitados, diferentemente de Gustavo Scarpa, que por conta da demora para receber seus pagamentos conseguiu a liberação para assinar com o Palmeiras. Os dois jogadores, inclusive, são agenciados pela mesma empresa.

Saiba mais:

Real tem trunfo por Neymar

Juventus na briga por Bernard 

Nova camisa do Barcelona?

(Crédito da imagem: Ivan Storti/SantosFC)

Link copiado para a área de transferência!