Botafogo pressiona mas fica no empate contra o Volta Redonda

Botafogo pressiona, mas fica no empate contra o Volta Redonda

Com o resultado, o Glorioso não depende só de si para se classificar para a semifinal da Taça Rio

Gazeta Press

O Bota se recompôs e começou a reagir. Aos 28, falta da intermediária pela esquerda e a bola é levantada na área. Igor Rabello aparece sozinho e cabeceia para a rede, mas o impedimento é marcado e gol foi anulado.

O zagueiro, entretanto, teve nova chance aos 37 e desta vez o Fogão chegou ao empate. Léo Valencia cobrou falta pela direita da área e Rabello subiu mais que a zaga testou para empatar o jogo.

As duas equipes voltaram para o segundo tempo alteradas. No Bota, Pimpão deu lugar a Marcos Vinícius, e No Voltaço, Pablo entrou no lugar de Vinícius Pacheco.

O Botafogo se impôs nos 45 minutos finais e buscou o empate incessantemente. A pressão começou aos 6 com um excelente enfiada de Marcos Vinícius para Moisés na ponta esquerda. O lateral levantou na área e Kieza cabeceou rente ao poste esquerdo de Douglas Borges.

Aos 12, Lindoso abriu para Léo Valencia na esquerda, o meia levantou na área buscando Kieza e a zaga rebateu. Moisés ficou com a sobra, se livrou do marcador e chutou cruzado rasteiro. A bola passou na frente do gol e saiu pela linha de fundo do outro lado, tirando tinta da trave.

No minuto seguinte, mais uma vez Moisés é mais uma vez acionado em profundidade na esquerda e cruza. Douglas Borges intercepta e impeda a bola de chegar para Kieza que se jogava para a conclusão.

O Bota mantinha o domínio absoluto da partida enquanto o Voltaço se limitava a se defender, mas, a partir dos 15 minutos, já não chegava mais com tanta frequência.

Aos 30, contra-ataque rápido do Fogão, Léo Valencia é lançado na esquerda, corta para o meio e solta a bomba. Douglas Borges faz mais uma grande defesa e vai se tornando o nome do jogo.

Três minutos depois, falta na intermediária pela esquerda para o Botafogo. Léo Valencia levanta no segundo pau e Moisés cabeceia. Douglas Borges mergulha salva o Voltaço mais uma vez.

Aos 37, nova defesa milagrosa do goleiro do Volta Redonda garantiu o empate, Escanteio pela direita, bola levantada na área e Brenner cabeceia sozinho, mas Douglas Borges não permitiu o gol.

O Botafogo ainda teve uma chance aos 45, num chute cruzado de Marcos Vinícius que passou muito perto da trave, mas foi pela linha de fundo.

Saiba mais:

'Gignac me perguntou sobre o Flamengo'

PSG não garante permanência de Neymar

Barça se acerta com Grêmio por Arthur

Crédito da imagem: Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Link copiado para a área de transferência!