São Paulo estaria fora da zona de classificação nos outros três grupos no Paulista

São Paulo estaria fora da zona de classificação nos outros três grupos no Paulista

Com 14 pontos, a equipe do Morumbi está atrás de seus principais rivais (Palmeiras, Corinthians e Santos) e de mais quatro times do interior (Novorizontino, Ituano, Bragantino e Botafogo-SP) na classificação geral

Gazeta Press

O São Paulo é líder do Grupo B no Campeonato Paulista e já tem classificação assegurada. Nas quartas de final, o tricolor enfrentará o São Caetano. Falando assim, a situação parece tranquila, mas, está longe disso, haja vista o fato de que o clube não estaria entre os dois primeiros colocados em nenhum dos outros três grupos da competição.

Com 14 pontos, a equipe do Morumbi está atrás de seus principais rivais (Palmeiras, Corinthians e Santos) e de mais quatro times do interior (Novorizontino, Ituano, Bragantino e Botafogo-SP) na classificação geral.

O próprio São Caetano, adversário do tricolor no mata-mata, ainda pode tomar a liderança são-paulina no Grupo B, já que possui os mesmos 14 pontos e também tem quatro vitórias até aqui. São apenas dois gols de saldo (9 a 7) que por ora dão vantagem ao São Paulo a uma rodada do fim da primeira fase.

Barcelona, Borussia, River, Boca e mais: o fim de semana no FOX Sports 

Em 11 rodadas disputadas, o São Paulo, até então comandado por Dorival Júnior, conseguiu perder cinco vezes. Apenas o Azulão e o Santo André, este lanterna do mesmo Grupo B, têm a mesma marca. O Linense é o único com seis derrotas. Os outros 12 clubes da competição não chegaram a tanto.

Não à toa o São Paulo é apenas o oitavo colocado na classificação geral e ainda pode acabar a primeira fase na assustadora 12ª posição, à frente apenas de quatro times. E, dependendo dos resultados, só três pontos acima da zona de rebaixamento, que afeta os dois últimos na tabela.

Ainda pesa consideravelmente o fato da equipe ter caído nos três clássicos que disputou em 2018. Primeiro, perdeu para o Corinthians por 2 a 1, no estádio do Pacaembu, como visitante. Depois, até chegou a dominar o Santos no Morumbi, mas acabou frustrando seu torcedor com um revés por 1 a 0. E, nessa quinta, foi amplamente dominado pelo Palmeiras no Allianz Parque, onde sucumbiu por 2 a 0.

Como o regulamento da competição permite, tudo isso pode ser deixado para trás caso o time encontre uma reação a partir das quartas de final e, quem sabe, chegue ao título do Campeonato Paulista depois de 13 anos. O problema é que o panorama atual é tão ruim, que fica cada vez mais difícil acreditar em uma reviravolta.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

“Não tem mais desculpas, não tem mais o que falar. Temos de refletir muito, cada um colocar sua cabeça no travesseiro e pensar o que tem de melhorar individual e coletivamente”, cobra Rodrigo Caio, que dificilmente se esconde nos momentos mais complicados.

“Críticas sempre vão acontecer. Quando a gente vinha de quatro vitórias consecutivas, todo mundo criticava também. Agora temos de seguir trabalhando da mesma forma, para que a gente possa melhorar. Domingo já temos de dar uma volta por cima”, conclui o zagueiro criado pelas categorias de base do clube.

Saiba mais:

Fla acerta renovação com atacante

Neymar poderia custar R$ 1,6 bilhão

Carille diz que joia terá mais espaço

(Crédito da imagem: Jales Valquer/Foto Arena)

Link copiado para a área de transferência!