Carille admite Corinthians envolvido e indica culpado por atuação ruim em Itaquera

Carille admite Corinthians 'envolvido' e indica culpado por atuação ruim em Itaquera

Treinador reconheceu desempenho abaixo do esperado no duelo diante do Mirassol, e afirmou que sequência pesada na última semana influenciou dentro de campo

Gazeta Press

O técnico Fábio Carille reconheceu que o Corinthians não teve uma grande atuação na vitória por 1 a 0 sobre o Mirassol, nesta quarta-feira, em Itaquera. Mas também encontrou uma justificativa para os problemas apresentados por sua equipe – o desgaste físico.

“A semana que passou foi muito pesada, com jogos com Palmeiras e Santos e estreia na Libertadores na Colômbia, contra o Millonarios. O adversário tinha jogado na sexta-feira. Nós, no domingo”, argumentou Carille, que chegou até a preservar o atacante Romero da partida.

Sul-Americana e Europa League são os destaques na programação do FOX Sports 

A explicação não fez com que os jogadores do Corinthians deixassem de ser cobrados. No intervalo da partida, após ver o Mirassol ser bastante presente no campo de ataque, Carille deu uma bronca nos seus atletas no vestiário de Itaquera.

“Senti o meu time errando demais, tecnicamente muito abaixo, com vários erros de passe. O Corinthians, além de não conseguir jogar, acabou sendo envolvido”, admitiu Carille, que foi salvo do empate por um gol do veterano atacante Emerson Sheik, substituto do meia Jadson no segundo tempo

Sem perder nenhum clássico em 2018 – derrotou o São Paulo e o Palmeiras e empatou com o Santos –, o Corinthians tem sido criticado por adotar uma postura apática em jogos contra adversários menos expressivos, como o Mirassol.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

“Hoje, não foi questão de concentração. Vi o vestiário muito aceso. Foi mesmo a questão física, por causa da semana pesada”, repetiu Carille, embora se preocupe, sim, com a motivação do elenco. “Eles mesmos estão se cobrando nesse sentido. O Cássio tem o costume de falar que os mesmos três pontos do jogo contra o Palmeiras são dados nos jogos contra equipes menores. Acima de tudo, temos responsabilidade pela camisa que vestimos. Então, estou pedindo ajuda aos mais experientes e à diretoria neste momento”, contou.

Saiba mais:

PSG pode ter técnico brasileiro

Griezmann muito perto do Barça?

CR7 amplia vantagem sobre Messi

(Crédito da imagem: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

Link copiado para a área de transferência!