Carille leva a primeira virada 'oficial' e se preocupa com físico

A única vez em que saíra na frente e acabara atrás do marcador foi na pré-temporada dese ano, contra o Rangers-ESC

False
343688

O técnico Fábio Carille levou na noite da última sexta-feira, no Bruno José Daniel, a sua primeira virada em jogos oficiais como técnico do Corinthians. Adepto declarado do esquema idealizado por Mano Menezes e Tite, o treinador ainda não havia visto o seu time sucumbir a um adversário após sair na frente do placar, fato ocorrido no revés por 2 a 1 para o Santo André.

Real, Inter de Milão e mais: a programação do FOX Sports

Nas outras 17 derrotas da equipe, por sinal, o Alvinegro dificilmente havia marcado algum gol. A única vez em que saíra na frente e acabara atrás do marcador foi na pré-temporada dese ano, contra o Rangers-ESC. Naquela ocasião, porém, os titulares abriram uma frente de 2 a 0 sobre os escoceses, mas os reservas tomaram uma goleada na etapa final, selando o 4 a 2.

“Quando a gente está concentrado, sabemos o quanto estamos fortes. Cássio não trabalhou, mas as jogadas todas foram pelos nossos erros”, avaliou o comandante corintiano, que já vinha notando uma queda de rendimento da equipe nos segundos tempos das partidas, principalmente desde o Majestoso, pela quarta rodada do Campeonato Paulista.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

“Nossas tomadas de decisões no segundo tempo não foram as melhores. Santo André entrou no jogo, empatou e criou oportunidades. Sexto jogo no ano. O que tem me preocupado é que nossos segundos tempos não vêm sendo bons”, explicou o treinador, que terá mais três dias de preparação até o jogo da quarta-feira, contra o São Bento, no estádio de Itaquera.

Com atividade marcada para a manhã deste sábado, o grupo curtirá uma folga no domingo de Carnaval. Depois, se reapresenta na tarde da segunda-feira, treina também na terça e já se concentra para encarar a equipe de Sorocaba. Dono de 12 pontos até o momento, o Timão é o líder do Grupo A do torneio, condição que não perderá até o final da rodada.

Saiba mais:

Ábila pode fechar com gigante brasileiro

Santos não cogita mais acordo com Zeca

City paga R$ 202 milhões por brasileiro

Crédito da imagem: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Deixe seu comentário