Desafeto de Felipe Melo é defendido por técnico do Boca, que clama por liberação. Veja

Schelotto alega que brasileiro teve a pena reduzida e torce para que aconteça o mesmo com o jovem uruguaio

False
343634

O Boca Juniors tem um desfalque certo para as primeiras rodadas da Conmebol Libertadores. Nahitan Nández esteve envolvido nas confusões da polêmica partida entre Peñarol e Palmeiras, na última edição do torneio continental, e o jogador terá que cumprir mais três partidas de suspensão – a pena inicial foi de cinco jogos, dos quais o jogador já cumpriu dois ainda em 2017. No entanto, Guillermo Barros Schelotto, técnico do clube argentino, defende a diminuição da punição do atleta uruguaio.

Real, Inter de Milão e mais: a programação do FOX Sports

Schelotto lembra que Felipe Melo, que também esteve envolvido na confusão, teve sua suspensão diminuída de seis para três partidas. “Com Nahitan Nández tem que ver... Com Felipe Melo baixaram a sanção e pôde jogar. A pergunta é ‘por que não com Nahitan?’. É os dois ou nenhum”, disse o treinador em entrevista coletiva.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Palmeiras e Boca Juniors serão adversários no grupo 8 da Libertadores. Os clubes se enfrentam no dia 11 de abril no Allianz Parque, pela terceira rodada, e dia 25 de abril na Bombonera, pela quarta rodada.

Veja também:

Marquinhos Gabriel pode ser trocado

La U libera atacante para ter Vaz

Ex-Real ficou muito próximo do Barça

Crédito da foto: Divulgação/Flickr Boca Juniors

Deixe seu comentário