Roger Flores relembra pênalti perdido pelo Corinthians em 2005 e crava: ‘Não conseguiria dormir'

Campeão brasileiro com o Corinthians, o ex-meio-campista falou sobre a relação com o técnico Daniel Passarella e o fatídico pênalti desperdiçado na Copa do Brasil daquele ano

False
327917

Atual comentarista dos canais Sportv e ex-atleta, Roger Flores foi o convidado do Bolívia Talk Show, do canal no Youtube Desimpedidos. Dentre uma série de assuntos, o ex-meio-campista foi perguntado sobre o fatídico pênalti perdido diante do Figueirense, pelas oitavas de final da competição nacional. Na oportunidade, o meia isolou sua cobrança, e muito foi dito que a ação foi proposital para derrubar o técnico Daniel Passarella.

Leia também:

Edmundo vê clima no Palmeiras mais 'solto'

Réver entra para história do Brasileirão

Real contrata outra joia do Brasil, diz jornal

Porém, mesmo com toda a desconfiança, Roger falou abertamente sobre o assunto e jurou de pés juntos que o pênalti perdido foi ‘um acidente’ e que ‘não teria consciência para dormir se fizesse algo do tipo’. “Olha, se você procurar eu perdi um pênalti parecido com a camisa do Fluminense. Perdi três em sequência. Foi ainda pior por que eu dei de peito de pé. Na época um jornalista até cravou isso e ele está sendo processado. O Neymar, o Elano, perderam assim”, disse o ex-atleta.

Roger Flores falou também sobre a polêmica relação com Daniel Passarella, técnico do Timão. “Torcedor de cobra na rua, te agride. As pessoas falam que eu estava bravo por que ele me deixava fora das partidas, isso não tem nada a ver. Eu só questionava e tentava implementar algumas ideias na equipe.

Crédito da foto: Reprodução/Twitter

Deixe seu comentário