Técnico da Venezuela revela tentativa de assédio sexual a seus jogadores na véspera de jogo decisivo

Durante a coletiva de imprensa após a vitória por 1 a 0 sobre o Paraguai, Rafael Dudamel ressaltou o profissionalismo da sua seleção

False
326494

Após a vitória por 1 a 0 sobre o Paraguai no Defensores del Chaco, nesta terça-feira (10 de outubro), pela última rodada das Eliminatórias Sul-Americanas, o técnico da Venezuela Rafael Dudamel insinuou que seus jogadores teriam sofrido uma tentativa de assédio sexual, na véspera do confronto decisivo contra os paraguaios.

Veja a programação do FOX Sports

Os donos da casa precisavam derrotar a Venezuela e contar com os tropeços de Chile e Peru para conquistarem uma vaga para a repescagem da Copa do Mundo da FIFA Rússia 2018. E segundo o técnico venezuelano, os paraguaios teriam tentado desestabilizar sua equipe desde antes da entrada em campo.

Durante a coletiva de imprensa após a partida, o técnico afirmou que houve muitos telefonemas e inclusive visitas femininas no hotel onde sua seleção estava hospedada, mas que seus jogadores souberam ser profissionais. 

“Estou muito orgulhoso por fazer parte do futebol sul-americano, por mostrar dignidade, lealdade, transparência, profissionalismo...porque houve muitos telefonemas desligados...muitas chamadas. Chamadas perigosas que põem em risco a qualidade de qualquer futebolista. Foram muitas visitas femininas à noite no hotel, o futebol evoluiu, senhores. Os tempos mudaram", revelou Dudamel. 

Apesar do triunfo por 1 a 0, nem Venezuela e Paraguai conquistaram vaga para o Mundial. Os donos da casa terminaram na 7ª posição com 24ª pontos somados, enquanto os venezuelanos ficaram na lanterna, com 12 pontos, tendo uma campanha de 10 derrotas, seis empates e apenas duas vitórias.

Saiba mais:

Fla perderá Guerrero e Trauco em 4 jogos

Gigantes italianos querem acertar com Giroud

Coutinho teria data para deixar o Liverpool

Deixe seu comentário