Carille admite sondagem da China para deixar o Corinthians: 'Para sair agora'

Treinador revelou breve conversa com um emissário da China às vésperas do confronto diante do Grêmio, que aconteceu no dia 25 de junho

compartilhado
Carille admite sondagem da China para deixar o Corinthians: 'Para sair agora' (Marco Galvão/Foto Arena)
Carille admite sondagem da China para deixar o Corinthians: 'Para sair agora' (Marco Galvão/Foto Arena)
313786
compartilhado

O interesse do futebol chinês não é novidade. Após ser responsável pelo desmanche do elenco vencedor do Campeonato Brasileiro de 2015, os asiáticos retornaram para o Parque São Jorge em busca de um novo destaque do clube: Fabio Carille. Durante entrevista nesta segunda-feira (17) à Rádio Jovem Pan, o treinador admitiu que teve uma breve conversa com um emissário da China às vésperas do confronto diante do Grêmio, que aconteceu no dia 25 de junho. Segundo o técnico, a oferta se desenhava para uma saída imediata do Alvinegro.

“Foi na semana do jogo contra o Grêmio. Uma pessoa queria me encontrar. Fiquei com eles por volta de 20 minutos. Antes de encontrar, procurei saber quem era. Eu cortei na hora. Era uma proposta para sair agora. Não sei qual clube que era, só sei que era para a China. Mas chance nenhuma de sair do Corinthians. Só saio do Corinthians quando for mandado embora. Pode vir um caminhão de dinheiro”, disse o treinador do Timão em entrevista.

Sem sua primeira temporada como treinador, Fabio Carille tem surpreendido a todos pelo desempenho do Corinthians, que conquistou o Campeonato Paulista de 2017 e lidera o Campeonato Brasileiro com oito pontos de vantagem para o Grêmio, segundo time na tabela de classificação.

Leia também:

Corinthians com reforços

Neymar estaria incomodado

Damião pode deixar o Fla

Deixe seu comentário