Mesmo remendado, Fluminense se aproveita da má fase rival e derrota o Coritiba

Fluminense fez uma partida marcada por muita determinação e acabou sendo premiado com a vitória

False
313695

Depois de quatro partidas, o Fluminense voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. Em jogo disputado na noite deste domingo, no Couto Pereira, o Tricolor das Laranjeiras derrotou o Coritiba, por 2 a 1 e melhorou sua posição na classificação. O Fluminense chegou aos 20 pontos ganhos e agora ocupa a nona posição. O Coxa segue com 19 pontos e está na 12ª colocação. Os gols foram marcados por Richarlison e Léo para o Fluminense e Henrique Almeida para o Coritiba. Henrique desperdiçou uma penalidade máxima quando a partida ainda estava empatada.

Mesmo com um time bastante desfalcado e perdendo a dupla de zaga, por contusão, durante o jogo, o Fluminense fez uma partida marcada por muita determinação e acabou sendo premiado com a vitória. O Coritiba voltou a decepcionar e a torcida protestou bastante no final do jogo, pedindo a saída do técnico Pachequinho.

Saiba mais

A joia do Real que vale R$ 1,8 bilhão

Gigante brasileiro acerta com Damião

Carille estipula número para o título

Na próxima rodada, o Coritiba vai enfrentar a Ponte Preta, em Campinas. O Fluminense receberá o Cruzeiro, no Maracanã.

O jogo – O Coritiba começou a partida no ataque e, logo aos quatro minutos, o goleiro Júlio César fez a primeira boa defesa em conclusão de Anderson. Aos sete minutos, Orejuela foi desarmado na intermediária por Matheus Galdezani que invadiu a área e foi derrubado por Marlon Freitas. O árbitro marcou pênalti e Henrique Almeida desperdiçou, batendo por cima do travessão.

O Fluminense não conseguia se encontrar e apenas corria atrás do Coritiba que mantinha o controle da partida. Aos dez minutos, o zagueiro Reginaldo sentiu um estiramento na coxa esquerda e teve que deixar o jogo, entrando Frazan na zaga tricolor. Aos 20 minutos, Frazan cometeu falta do lado direito da sua defesa. Matheus Galdezani fez a cobrança direta e Júlio César defendeu sem dificuldades. O time dirigido por Abel Braga encontrava muita dificuldade para chegar ao ataque. Richarlison, aberto pela esquerda, e Pedro, quase não participavam do jogo.

O time paranaense criou outra boa chance aos 22 minutos, quando o lateral Rodrigo Ramos invadiu a área e chutou forte. Júlio César fez a defesa em dois tempos, antes da chegada de Rildo. O Tricolor das Laranjeiras chutou com perigo, pela primeira vez, aos 25 minutos. O lateral esquerdo Léo recebeu na intermediária e arriscou, mas a bola saiu. Aos 29. Neto Berola foi lançado pela esquerda e preferiu se atirar na área ao invés de tentar a conclusão.
O Coxa seguia com o controle da partida, mas encontrava dificuldades para penetrar na defesa carioca.

Deixe seu comentário