Vídeo contradiz Carille sobre influência da 'profecia' de Renato Gaúcho no elenco do Corinthians

Em vídeo divulgado pela Corinthians TV com bastidores do empate contra o Atlético-PR, zagueiro Fabián Balbuena cita declarações do treinador do Grêmio sobre a equipe 'despencar' no Brasileirão

313625

Ao contrário do que o técnico Fabio Carille afirmou em sua coletiva de imprensa após o empate por 2 a 2 contra o Atlético-PR, na noite do último sábado (15), as palavras de Renato Gaúcho parecem ter surtido algum efeito no elenco do Corinthians. Após a vitória sobre o Flamengo nesta semana, no Rio de Janeiro, o comandante do Grêmio disse de maneira veemente que o Timão 'despencaria' no Campeonato Brasileiro. De acordo com o treinador do Alvinegro, as declarações de um dos concorrentes diretos ao título da temporada não haviam virado tema no Parque São Jorge.

Em vídeo divulgado pela Corinthians TV, um novo fato veio à tona. Como acontece todas as vezes, os jogadores se reúnem no vestiário para uma palavra de incentivo daquele que usará a braçadeira de capitão em campo, fato que no último sábado foi responsabilidade do atacante Jô.

“Essa semana a gente escutou muita coisa. Mas, acho que nada disso tem que trazer aqui para dentro. Lá atrás, quanta porrada a gente tomou e continuou batalhando, treinando quietinho. Agora é fácil falar que o Corinthians é isso, é aquilo, mas nós sabemos o que passamos para chegar aqui e nós chegamos. Daqui a gente não pode sair mais. Então, a gente tem que continuar trabalhando forte. Chegar lá dentro de campo e correr mais do que o jogo contra o Palmeiras, contra o São Paulo, que qualquer outro jogo, porque é nosso objetivo que está aqui”, disse o atacante, que foi capitão do Corinthians e marcou duas vezes na partida.

Instantes depois, já na subida para o gramado, quem assume a palavra é o zagueiro Fabián Balbuena. Com o elenco reunido, o paraguaio lembra das palavras o treinador do Grêmio sobre uma possível queda de desempenho do Corinthians. “Sem ligar para nada que falam de fora. Quando a gente começou ninguém dava nada por nós. Agora que estamos bem, todo mundo falando que vai cair. Vamos trabalhar, não ganhamos nada ainda. Para ganhar a gente tem que correr mais do que o jogo passado”, disse.

Saiba mais

A joia do Real que vale R$ 1,8 bilhão

Gigante brasileiro acerta com Damião

Carille estipula número para o título

Deixe seu comentário