Brasileiro que parou Neymar na Espanha revela antigo sonho de atuar pelo São Paulo

Em entrevista ao FOXSports.com.br, o zagueiro Aderlan Santos, do Valencia, relembra a grande partida que disputou contra os craques do Barcelona e também revela quando chorou pelo Tricolor Paulista

Daniel Tenius

No dia 5 de dezembro de 2015, o brasileiro Aderlan Santos foi o destaque no empate em 1 a 1 entre Valencia e Barcelona, que teve transmissão do FOX Sports. Na ocasião, o comentarista Rodrigo Bueno elegeu o zagueiro como o Jogador da Partida, depois de ótima atuação contra o poderoso trio MSN, em especial Neymar. Em entrevista ao FOXSports.com.br, o jogador de 28 anos relembrou o duelo.

“Jogo foi difícil, o Barcelona vinha de uma vitória de 4 a 0 em cima do Real Madrid no Santiago Bernabéu. O Neymar aprontou muita coisa, especialmente com o nosso lateral-direito. É muito difícil marcar ele. Era o meu primeiro jogo contra o Barcelona, tínhamos muitos desfalques, e ninguém acreditava na gente”, afirmou Aderlan.

Entretanto, o jogo seguinte contra a equipe catalã não deixou boas lembranças. “Joguei contra Real Madrid e Barcelona, mas posso te falar que (o mais difícil de marcar) foi o Trio MSN. Tivemos esse empate, mas também a derrota de 7 a 0, que estava jogando no Camp Nou. Senti na pele poder estar presente no empate e no 7 a 0, eles tinham muita qualidade, mas dava tudo certo para eles”, disse.

Nascido no interior de Pernambuco, Aderlan Santos deixou o futebol brasileiro ainda muito jovem, tendo disputado apenas oito partidas como profissional no Salgueiro. No Brasil, no entanto, ele sempre sonhou em atuar por uma equipe. “Não vou mentir não, sou são-paulino, torço para o São Paulo. Eu tinha o sonho de jogar no São Paulo. Antigamente era o que eu mais almejava”, falou o zagueiro, que relembrou uma história de paixão pelo Tricolor.

“Nunca vou fechar as portas para outros clubes, mas o São Paulo é o time de coração. Já chorei muito, em 1998, na época que o Raí perdeu dois pênaltis e o Dida pegou. Lembro que chorei aqui na calçada da vizinha quando o São Paulo perdeu para o Corinthians aquela semifinal do Brasileirão”, concluiu.

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade