Os dez maiores momentos na história da WrestleMania; acompanhe a lista

Os dez maiores momentos na história da WrestleMania; acompanhe a lista

Undertaker, The Rock e 'Stone Cold' Steve Austin são alguns dos atletas que protagonizaram os cenários mais chocantes do mundo da luta-livre, todos no maior evento especial da WWE

FOX Sports

Na noite deste domingo (2 de abril), os fãs de luta-livre celebram a chegada do evento especial mais importante da WWE no ano: a WrestleMania. Em sua 33ª edição, o espetáculo promete ser um dos melhores da história, com grandes combates, como será o caso de Triple H contra Seth Rollins e Bill Goldberg frente a frente com Brock Lesnar. Em homenagem ao ‘maior cenário de todos’, o FOXSports.com.br elaborou uma lista com os maiores momentos da história do evento.

10. Do céu ao inferno – WrestleMania X-Seven

Na 17ª edição da WrestleMania, os títulos de dupla da World Wrestling Federation (WWF) – a antiga WWE – estava em disputa em um combate triplo de mesas, escadas e cadeiras, entre os Hardy Boyz, Edge & Christian e os Dudley Boyz. A luta ficou marcada não apenas por ter sido uma das melhores na história das duplas, mas como também em duelos de regras extremas.

O que chamou a atenção no embate foi um momento em que Jeff Hardy se aproximava da vitória, tentando agarrar os cinturões que ficavam presos acima do ringue, quando Christian puxou a escada e o lutador ficou pendurado a diversos metros do ringue. Disso, Edge pulou de uma outra escada para aplicar seu golpe finalizador, o Spear, no meio do ar.

9. Três ícones, um ringue – WrestleMania XXX

A 30ª edição da WrestleMania é possivelmente a maior já disputada até os dias atuais. Isso porque, não apenas grandes lutas foram realizadas naquela noite de 6 de abril de 2014, mas como também grandes segmentos. Logo na abertura do espetáculo, três das maiores lendas que chegaram a pisar em um ringue da WWE fizeram aparições para comentar suas expectativas.

“Stone Cold” Steve Austin, The Rock e Hulk Hogan ficaram frente a frente, com um público enlouquecido por vê-los de volta. No final das grandes falas ditas pelos ex-atletas, ainda dividiram uma cervejinha, algo característico de Austin em seus tempos áureos na World Wrestling Federation.

8. Amigos para sempre – WrestleMania XX

Na WrestleMania XX, dois dos melhores atletas dos anos 2000 – Eddie Guerrero e Chris Benoit – estavam programados para lutar cada um em um combate de cinturão. O atleta com ascendência mexicana, primeiramente, defendeu seu título da WWE para cima de Kurt Angle, enquanto Benoit teve que conquistar o cinturão mundial peso-pesado em um embate triplo no evento principal da noite.

Após derrotar Triple H e Shawn Michaels de uma só vez, Chris foi finalmente coroado o campeão. Enquanto comemorava, com milhares de fãs enlouquecidos, além de diversos papeizinhos coloridos voando, surgiu seu melhor amigo Guerrero para abraçá-lo, em um momento que para sempre ficará marcado como um dos mais tocantes e verdadeiros da empresa de luta-livre.

7. O herói do povo alcança a glória – WrestleMania XXX

Na trigésima edição da WrestleMania, o favorito dos fãs Daniel Bryan teve que literalmente dar tudo de si para derrotar a ‘Autoridade’ – grupo de líderes tiranos da WWE – e alcançar a glória máxima. Primeiramente, teve que enfrentar Triple H em um combate individual, e, caso vencesse, se classificaria para a luta do título mundial peso-pesado da empresa, contra Randy Orton e Batista.

No evento principal, apesar de estar todo machucado devido a sua luta anterior, Bryan ainda conseguiu arrumar forças suficientes para bater os dois ex-colegas da facção Evolution. Na ocasião, Daniel aplicou seu Yes Lock para cima de Batista, que acabou desistindo da luta e dando os dois cinturões ao lutador.

6. Bret Hart se torna um vilão – WrestleMania XIII

A WrestleMania XIII foi marcada por um dos maiores combates da história da luta-livre: a luta entre Bret ‘The Hitman’ Hart e ‘Stone Cold’ Steve Austin. Com a estipulação de um embate de submissão sem desclassificação, o único modo de vencer era fazendo seu adversário desistir, algo que era especialidade do canadense. Lenda das artes marciais mistas, Ken Shamrock foi o árbitro especial do duelo.

Após 22 minutos de uma intensa ação, Steve Austin já estava sangrando quando foi pego em um Sharpshooter de Hart. Conhecido por ser um cara muito durão, ‘Stone Cold’ se recusou a desistir, desmaiando ao golpe. Com isso, Shamrock parou o combate e deu a vitória ao ‘Hitman’, porém, ao invés de soltar a chave de submissão, o canadense continuou segurando por muitos segundos, o que lhe transformou no grande vilão da história, enquanto seu adversário voltou a ser um dos bons.

5. Um grande ídolo diz adeus – WrestleMania XXIV

Na 24ª edição da WrestleMania, Shawn Michaels e Ric Flair travaram um dos duelos mais emocionantes na história da WWE. Isso porque, apesar da grande amizade entre ambos os lutadores, o duelo havia uma estipulação especial: caso o ‘Nature Boy’ perdesse, teria que deixar de lutar e se aposentar, principalmente pela idade avançada que já tinha: 59 anos.

No final do combate, quando o ‘Heartbreak Kid’ estava prestes a vencer, Flair implorou para que ele continuasse e lhe aplicasse o golpe final. Antes de atingir o adversário com seu Sweet Chin Music, Michaels – visivelmente emocionado – pediu desculpas ao companheiro e disse que lhe amava, para então vencer o duelo.

4. Seth Rollins faz cash-in e choca o mundo – WrestleMania XXXI

No evento principal da WrestleMania XXXI, Brock Lesnar defendia o cinturão mundial peso-pesado da WWE contra Roman Reigns em um grande duelo. Após mais de 16 minutos, quando ambos já estavam cansados, Seth Rollins apareceu na arena para fazer o impensável: realizar o cash-in de sua maleta conquistada no evento especial Money in the Bank.

De acordo com as regras da empresa, quando um atleta decide utilizar seu contrato ganho, ele recebe uma oportunidade de lutar pelo cinturão máximo da WWE a qualquer momento. Disso, o embate se tornou uma luta tripla, com o “Arquiteto” conseguindo a pinagem para cima de Reigns, além do inédito título em sua carreira, se tornando um dos principais personagens do evento.

3. Um acordo com o Diabo – WrestleMania X-Seven

Após uma grande rivalidade que marcou a carreira de The Rock e ‘Stone Cold’ Steve Austin, o ‘Campeão do Povo’ teve que defender seu título da WWF contra seu arquirrival ‘Stone Cold’ em uma luta sem desclassificação, que durou quase 30 minutos. Austin estava louco para recuperar o título máximo da empresa, principalmente após passar boa parte do último ano no estaleiro.

Mesmo aplicando inúmeros golpes, Steve não conseguia a vitória, pois o campeão sempre conseguia reagir. Isso durou até quando o chefão da empresa, Vince McMahon, apareceu. Apesar de todos saberem do ódio entre ‘Stone Cold’ e McMahon, o improvável aconteceu: Vince ajudou seu inimigo de longa data a vencer, dando indícios de uma parceria, fechada com um chocante aperto de mão.

2. Um gigante cai pela primeira vez – WrestleMania III

Na terceira edição da WrestleMania, Hulk Hogan e Andre the Giant travaram na época um confronto que era considerado o maior de todos os tempos, principalmente pelo o que os dois lutadores representavam. Ninguém nunca havia conseguido aplicar um suplex ou um slam no ‘Gigante’ anteriormente, principalmente por seu tamanho e peso.

Apesar disso, Hogan não se intimidou e escreveu seu nome na história ao conseguir levantar mais de 236 quilos e jogá-lo contra o tatame do ringue. Após o golpe, partiu para seu finalizador característico, o Atomic Leg Drop, e consequentemente, a vitória que chocou o mundo da luta-livre.

1. A ‘Besta’ derrota Undertaker e quebra a sequência – WrestleMania XXX

Historicamente, não existe um lutador mais icônico que o Undertaker em uma WrestleMania, isso porque, antes de seu combate contra Brock Lesnar, o lutador ainda tinha 21 vitórias e nenhuma derrota na carreira neste evento especial. Então, a grande expectativa é que o ‘Homem-Morto’ pudesse atropelar a ‘Besta’ e seguir com sua sequência perfeita.

Entretanto, isso não aconteceu. O ‘Coveiro’ foi surpreendido por um rival extremamente forte, principalmente após sua passagem pelo UFC, na qual foi campeão dos pesos-pesados. Após uma sequência de finalizadores, Lesnar conquistou a vitória e calou toda a arena por diversos minutos, com a maioria descrente do que haviam acabado de assistir.

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade