Eduardo Baptista lamenta lesões e espera ter Tchê Tchê contra Red Bull

Eduardo Baptista lamenta lesões e espera ter Tchê Tchê contra Red Bull

Às 16h30 (de Brasília) de sábado, o Palmeiras enfrenta a Ferroviária, no Estádio Allianz Parque, pelo Campeonato Paulista

Gazeta Press

Logo no início de sua trajetória no Palmeiras, o técnico Eduardo Baptista convive com uma pressão intensa. Esperançoso em contar com a volta de Tchê Tchê em breve, ele apontou a série de lesões no meio de campo como um dos fatores para o começo instável da equipe.

Arouca (cirurgia no tornozelo direito) não foi nem inscrito no Campeonato Paulista. Tchê Tchê (lesão no ombro esquerdo) e Moisés (cirurgia no joelho esquerdo) sentiram durante o torneio. Assim como o lateral direito Fabiano (lesão na coxa direita), que poderia permitir a escalação de Jean no meio de campo.

“Para preparar um time, você precisa de sequência. Não estou aqui reclamando para vocês, mas sofremos quatro perdas praticamente no mesmo setor. Se você começa a mexer mais na frente, monta um time a cada rodada. Parte da evolução de uma equipe é a repetição”, afirmou Eduardo Baptista.

Saiba mais: 

Strongest faz 5 a 0 no Unión Española e vai ao grupo do Santos

Definidas as 32 equipes da Conmebol Libertadores Bridgestone

Atlético Tucumán está no grupo do Palmeiras

Armado no esquema 4-1-4-1, o Palmeiras vem atuando na defesa com Jean, Mina, Vitor Hugo e Zé Roberto, além de Fernando Prass. Felipe Melo joga como volante e Willian, no comando de ataque. A segunda linha de quatro, Eduardo Baptista ainda não definiu.

“Já era para ter definido (o time), mas as lesões do Tchê Tchê, do Moisés e do Fabiano acabaram atrapalhando um pouco a programação. No jogo contra o Corinthians, já era para ter uma base. Não tive cinco, seis jogadores do time que foi campeão em 2016”, afirmou Eduardo.

Às 16h30 (de Brasília) de sábado, o Palmeiras enfrenta a Ferroviária, no Estádio Palestra Itália, pelo Campeonato Paulista – Felipe Melo, com um corte no supercílio direito, é desfalque certo. Na próxima rodada, diante do Red Bull, Eduardo Baptista espera contar com a volta de Tchê Tchê.

“Estamos acompanhando de perto a evolução do Tchê Tchê. Ele se se lesionou no momento em que vinha fazendo um papel importante e pensamos em poder usá-lo alguns minutos contra o Red Bull, mas isso depende do planejamento em conjunto com os departamentos médico e físico”, ponderou.

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade