Flamengo freguês? Com mais que o dobro de faturamento, Rubro Negro tem Botafogo como algoz

Flamengo freguês? Com mais que o dobro de faturamento, Rubro-Negro tem Botafogo como algoz

Com as finanças em dia, time da Gávea projeta arrecadar R$ 420 milhões na temporada, enquanto o rival tem estimativa de R$ 190 milhões. Mesmo atrás nas finanças, Glorioso ostenta invencibilidade de três anos no clássico

FOX Sports

Um dos clubes que mais fatura no futebol brasileiro e com contratações milionárias nos últimos anos, o Flamengo sobra no futebol carioca fora das quatro linhas. No entanto, dentro de campo, a equipe sofre com uma pedra no sapato: os clássicos contra os rivais da cidade. E sobre o Botafogo, adversário deste domingo (12 de fevereiro), o jejum chega a incomodar os torcedores: são quase três anos sem vencer o Glorioso, que tem um arrecadamento anual inferior à metade do adversário.

Atualmente, com as finanças em dia, o Flamengo tem uma projeção de arrecadar R$ 420 milhões na atual temporada. O valor corresponde mais do que o dobro do rival: a diretoria do Botafogo espera que entrem R$ 190 milhões nos cofres do clube. Para o investimento direto no futebol, as realidades continuam distintas: enquanto o Rubro-Negro tem gastos programados de até R$ 215 milhões durante a temporada, os números do Glorioso são mais modestos, de aproximadamente R$ 95 milhões.

O último resultado positivo da equipe da Gávea contra o time da Estrela Solitária aconteceu no dia 27 de julho de 2014, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. No Maracanã, o Flamengo, na época brigando contra o rebaixamento, venceu o Botafogo por 1 a 0. O gol do jogo foi marcado por Alecsandro, que não está mais no clube. De lá pra cá, são cinco jogos sem saber o que é vitória, com três empates e duas derrotas.

Saiba mais:

Bayern vence fora e segue líder; Walace marca na vitória do Hamburger sobre o Leipzig

Autor do último gol de falta no Corinthians, Jadson projeta fim de ‘jejum’

Oscar, Hulk, Ramires... Conheça os brasileiros mais bem pagos do futebol chinês

Se pegarmos apenas os jogos que aconteceram no Engenhão, o jejum é maior ainda, desde 2013. Na ocasião, vitória também por 1 a 0, em partida válida pela Taça Guanabara. Hernane Brocador foi o autor da última vitória dos rubro-negros diante do rival no estádio Nilton Santos.

E para encerrar com esse jejum, o Flamengo promete força máxima contra o Botafogo, que tem grandes chances de atuar com um time reserva por conta da Conmebol Libertadores Bridgestone, competição que volta a campo na quarta-feira (15) contra o Olimpia. Zé Ricardo deve escalar a equipe da Gávea desta forma para o clássico: Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Trauco; Rômulo, Willian Arão e Diego; Mancuello, Guerrero e Éverton.

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade