Marinho termina Brasileirão como líder em dribles, faltas recebidas e terceiro em finalizações certas

Marinho termina Brasileiro como líder em dribles, faltas recebidas e terceiro em finalizações certas

Os números do grande destaque do Vitória na competição explicam porque ele tem seu nome especulado em grandes clubes do futebol brasileiro para a temporada 2017

FOX Sports

Especulado em grandes clubes do futebol brasileiro, como Flamengo e Botafogo, o atacante Marinho, do Vitória, foi uma das grandes sensações do Campeonato Brasileiro. E, com o fim da competição, os números do site Footstats explicam porque o jogador de 26 anos terminou o ano tão valorizado.

Um dos principais criadores de jogadas do time baiano, Marinho foi o líder do Brasileirão em dribles certos, com 43 – seis a mais que o segundo colocado, Neilton, do Botafogo. Com 139 faltas sofridas, ele também foi, disparado, o número um nesse quesito. Os jogadores que aparecem mais próximos dele são os palmeirense Dudu e Gabriel Jesus, com, 112 e 88, respectivamente.

Leia também:

Ele volta? D'Alessandro está próxima de deixar o River e retornar ao Internacional

Mais um gringo: São Paulo negocia contratação de atacante paraguaio

Quando joga? Técnico da Inter de Milão afirma quando Gabigol entrará em campo

Com 12 gols marcados no Campeonato Brasileiro, o atacante ficou a dois de Diego Souza, Fred e William Pottker, que foram os artilheiros da competição. Nas finalizações certas ao gol, ele terminou com 38, apenas uma a menos que Jesus e Diego Souza, líderes do quesito. Com seis assistências, ele foi o décimo terceiro da competição. Mas, entre os atacantes, ficou só atrás de Robinho, do Atlético-MG, que deu oito passes para gols.

Com uma grande reta final de campeonato, Marinho também foi um dos principais responsáveis pela manutenção do Vitória na primeira divisão. Ele marcou em todas as últimas seis partidas, incluindo dois gols contra o Atlético Paranaense, na 34ª rodada. Três desses duelos, inclusive, foram contra equipes que se classificaram para a Copa Libertadores – Palmeiras, Santos e o próprio Furacão.

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!