Operação de Jackson Follmann é bem sucedida e risco de nova amputação é descartado

Operação de Jackson Follmann é bem-sucedida e risco de nova amputação é descartado

Goleiro reserva da Chapecoense precisou amputar a perna direita, mas por conta da boa recuperação não precisará um procedimento semelhante na perna esquerda

FOX Sports

O hospital San Vicente de Rionegro informou por meio de uma nota oficial nesta quinta-feira (1° de dezembro) que a operação realizada em Jackson Follman, goleiro reserva da Chapecoense, foi realizada com sucesso. A perna direita do arqueiro foi amputada e havia o risco de acontecer mais uma amputação.

Saiba mais:

Festa em Medellín: Torcida do Atlético Nacional canta: 'Vamos, vamos, Chape'

Festa em Chapecó: Torcida da Chapecoense lota Arena Condá pelas vítimas da tragédia

Confirmado: Autoridades da Colômbia dizem que avião não tinha combustível quando caiu

Porém, logo após a cirurgia, o risco de acontecer o mesmo com a perna esquerda foi descartado. Jackson segue na UTI do hospital e não tem alta prevista. Não existe mais também risco de morte envolvendo o goleiro, que reage bem ao tratamento.

Follmann foi um dos seis sobreviventes no trágico acidente que matou 71 pessoas envolvendo grande parte do elenco, comissão técnica e dirigência do clube catarinense, além de profissionais da imprensa.

Além do goleiro, o lateral-direito Alan Ruschel, o zagueiro Neto, o jornalista Rafael Henzel, a aeromoça Ximena Suárez e o técnico da aeronave Erwin Tumiri também saíram vivos do acidente.

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!