Estreia como jogador profissional de Diego Maradona completa 40 anos

Estreia como jogador profissional de Diego Maradona completa 40 anos

O sempre polêmico craque estreava nessa data com a camisa do Argentino Juniors

EFE

Há exatamente 40 anos, no dia 20 de outubro de 1976, um jovem argentino chamado Diego Maradona estreava no futebol profissional, marcando o início de uma trajetória cheia de grandes lances, títulos, mas também de muita polêmica.

A então promessa começou a carreira com derrota, em partida que o Argentinos Juniors caiu diante do Talleres por 1 a 0, para um público de 7.700 pessoas, que provavelmente, não imaginavam até onde aquele menino, de apenas 15 anos, poderia chegar.

O técnico Juan Carlos Montes colocou Maradona, que vestia a camisa 16, em campo no segundo tempo, substituindo Rubén Giacobetti, em uma alteração que deixou incrédulo o próprio jovem jogador.

"Quando ele disse, 'se prepare, neném', eu pensei 'será que falou para mim?'. Olhei em volta e não havia muitos nenéns. Era eu, Me aqueci, mas acho que só por uns 30 segundos e ele me mandou entrar", revelou o craque, ao jornal argentino "Olé".

Reforço chegando! Palmeiras fecha contratação de Keno por quatro temporadas

Mudança de casa? Santos e investidor querem Marcelo Cirino, do Flamengo, na Vila em 2017

Olho nele! Corinthians tem interesse em Lucas Alario, do River Plate, mas valor esfria negociação


Em 2006, na autobiografia "Eu Sou Diego", Maradona contou que o técnico do Argentinos Juniors deu toda confiança a ele no momento da substituição, pedindo que mostrasse o futebol que sabia jogar.

"Logo fiz isso. Recebi a bola de costas para meu marcador, que era Juan Domingo Cabrera e joguei a bola entre suas pernas. A bola passou limpa e, em seguida, escutei o grito das pessoas, como se fossem boas-vindas", relatou.

Na época, Maradona já era conhecido no Argentinos Juniors por fazer malabarismos com a bola no intervalo das partidas do time profissional, enquanto defendia o imbatível time juvenil do clube.

Em 1981, o hoje "Deus" para o torcedor argentino, se transferiu para o Boca Juniors, que defendeu por um ano - voltando posteriormente para passagem entre 1995 e 1997. Em seguida, defendeu Barcelona (1982 a 1984), Napoli (1984 a 1992), Sevilla (1992 a 1993) e Newell's Old Boys (1993 a 1994).

O sucesso com a seleção argentina começou ainda em 1979, quando conquistou o Campeonato Mundial de Juniores. Sete anos depois foi o grande nome da conquista do planeta com a equipe principal, no México, com direito a gols antológicos na campanha.

Como técnico, passou por Deportivo Mandiyú e Racing, ambos do país natal, pela 'Albiceleste' e pelo Al Wasl, dos Emirados Árabes, mas não conseguiu repetir o sucesso dos tempos de jogador.

O craque, no entanto, tem o nome marcado pelos exames positivos em exames antidoping, o mais repercutido tendo acontecido na Copa do Mundo de 1994. Além disso, se envolveu em confusões dentro e fora dos gramados.

Daqui dez dias, Maradona completa 56 anos, seguindo exaltado pelo talento que começou a mostrar há quatro décadas, ainda como um menino franzino vestindo a camisa do Argentinos Juniors.

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade