Balotelli no Barcelona e Kane no Arsenal: Relembre estrelas renegadas na categoria de base na Europa

Balotelli no Barça e Kane no Arsenal: Relembre estrelas renegadas na categoria de base na Europa

Assim como no Brasil, em que alguns atletas não são aproveitados no juniores e acabam fazendo sucesso mais tarde por outros clubes, o futebol europeu conta com casos semelhantes relacionados a grandes estrelas

FOX Sports

Nomes como Antoine Griezmann e Harry Kane hoje são unanimidades no futebol europeu, mas nem sempre foi assim. Isso porque, assim como a história de Cafu – que passou por nove reprovações em peneiras no Brasil – os clubes do Velho Continente também veem talentos serem recusados e dando resultado com outra camisa. E é para contar algumas destas histórias que o FOXSports.com.br relembra passagens de jogadores que hoje brilham nos principais gramados da Europa, mas que já foram renegados anteriormente.

Mario Balotelli – Barcelona

Apontado como um dos talentos ‘mais desperdiçados’ dos últimos tempos, Balotelli se formou como jogador na Itália, mas poderia ter sido diferente caso o atleta fosse admitido no teste do Barcelona em junho de 2006. Com amplo destaque pelo modesto Lumezzane (ITA), o jovem de, à época, apenas 16 anos de idade foi convidado para um período de avaliação em La Masía.

Segundo o próprio Balotelli, em postagem em seu perfil no Facebook, ele passou cinco dias em um programa no Camp Nou, marcou oito gols e não permaneceu por conta das dificuldades em confirmar sua cidadania na Itália – uma vez que é nascido em Gana e foi adotado por dois italianos, que acabaram o naturalizando aos 18 anos de idade.

De acordo com Jose Ramon Alexanko, ex-jogador do Barça e um dos responsáveis pela categoria de base culé à época, os empresários do atleta foram decisivos para que Balotelli não assinasse pelos Blaugranas. “Mario foi excelente. Era bom o suficiente para termos contratado, mas não conseguimos chegar a um acordo com seus agentes”, revelou o dirigente, em entrevista à emissora Canal Plus.

Veja também

Palco da decisão! Kiev é escolhida como sede da final da Uefa Champions League 2016/17

De volta à Itália? "Ibrahimovic me disse que quer encerrar a carreira no Napoli", revela empresário

Nomes em pauta: Micale e Milton Mendes são preferidos da diretoria do Grêmio para lugar de Roger

Antoine Griezmann – Lyon

Um dos principais artilheiros da Europa na atualidade, Griezmann foi torcedor fanático do Lyon quando criança, mas não conseguiu se consolidar como jogador na França. Rejeitado pelo clube de coração, tentou testes em outros times, como Montpellier, Sochaux, Saint-Etienne, Metz e Auxerre. Também sem sucesso.

Aos 13 anos, porém, a grande chance veio para o jovem francês, mas longe de seu país. Griezmann foi visto jogando por olheiros da Real Sociedad e acabou convidado para vestir a camisa do clube basco. Lá, se tornou profissional e chamou a atenção do Atlético de Madrid, equipe em que se tornou artilheiro e destaque do futebol espanhol.

Destaque do Tottenham e da seleção da Inglaterra, Kane (à esquerda) integrou as categorias infantis do rival Arsenal (Reprodução/ Twitter)

Harry Kane – Arsenal

Se hoje os Gunners buscam um artilheiro, há cerca de 14 anos atrás poderiam ter assegurado a permanência de quem, atualmente, é um dos principais atacantes da Premier League. Justamente Harry Kane, jogador do rival Tottenham, chegou a passar pelas categorias de base do Arsenal entre 2001 e 2002, mas foi dispensado e acabou contratado pelos Spurs.

Marcus Rashford – Manchester City

Rashford é hoje uma das promessas do Manchester United e da Inglaterra. Há nove anos, no entanto, realizou testes para defender o rival City, mas não permaneceu nas categorias de base do clube por ser considerado ‘muito pequeno’ para os padrões ingleses. Pouco depois, foi descoberto por um olheiro dos Red Devils e se mudou ao Old Trafford.

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade