Jorginho revela xingamentos da torcida do Vasco durante derrota e liga 'sinal vermelho' na Série B

Treinador se mostrou magoado com as ofensas recebidas durante o revés para o Vila Nova por 2 a 1. Técnico ressaltou a importância dos desfalques na queda em casa

FOX Sports

O técnico Jorginho tinha dois motivos para se mostrar aborrecido durante a entrevista coletiva. Primeiro, pela derrota da equipe para o Vila Nova, mantendo a incômoda sequência sem vitórias da equipe do Vasco no Campeonato Brasileiro da série B. E depois pelas ofensas dirigidas ao treinador por parte da torcida que compareceu ao estádio de São Januário.

Jorginho foi chamado de “burro” durante o jogo e disse tambem ter escutado ofensas aos familiares. O treinador disse que como qualquer ser humano tem sentimentos e não pode ficar feliz quando escuta xingamentos direcionados a sua família.

Saiba mais:

Você é o Tite. Monte sua escalação da Seleção Brasileira que enfrentará o Equador em Quito

Será? Novo desmanche significa adeus do Corinthians ao bicampeonato do Brasileiro

Mais um! Após Sevilla e Hamburger, Napoli faz proposta por Rodrigo Caio

Em relação ao desempenho da equipe, o comandante cruzmaltino disse entender a preocupação do torcedor com o período sem vitórias, “Entendo que ele também está muito preocupado com o momento que estamos passando agora, deixando que a gordura que nós criamos chegue ao fim”, disse.

Jorginho admite que os desfalques de jogadores importantes como Nenê, Andrezinho, Jorge Henrique e Martín Silva fizeram grande diferença. O treinador reconheceu que o Vasco fez um primeiro tempo muito irregular e melhorou muito na segunda etapa com as substituições feitas no intervalo. Ele fez questão de elogiar o jovem volante Douglas que mostrou muita personalidade e marcou um belo gol.

O técnico vascaíno disse ainda que é hora de ligar o sinal de alerta porque a situação que ainda é cômoda, pode se tornar complicada: “Precisamos estar atentos e os jogadores sabem disso”.

Mas o treinador lembrou que já viveu momentos bem piores desde que chegou ao clube. Por isso, acha que agora é mais fácil sair da fase negativa em que se encontra. “Tivemos momentos em que o torcedor chegou a agredir jogadores, tínhamos que sair do aeroporto escondidos. Hoje a situação está bem melhor pra todos nós”, finalizou.

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade