Presidente flamenguista espera enfrentar Cruzeiro no Maracanã

Presidente flamenguista espera enfrentar Cruzeiro no Maracanã

Em entrevista, Eduardo Bandeira de Mello também destacou importância do estádio: "O Maracanã sempre foi a casa do Flamengo, onde a gente se sente à vontade"

Gazeta Press

Afastado do Maracanã em função dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio de Janeiro, o Flamengo quer voltar ao estádio no confronto com o Cruzeiro, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Esse é o desejo de Eduardo Bandeira de Mello, presidente do clube.

“Eu espero (retornar ao Maracanã) no dia 25 de setembro. O encerramento das Paralimpíadas é no dia 18, então no dia 25 de setembro, contra o Cruzeiro, espero que já possamos estar de volta à nossa casa”, afirmou Bandeira de Mello, um dos palestrantes do encontro da Associação Brasileira dos Executivos de Futebol, realizado em São Paulo.

Com o Maracanã indisponível, o Flamengo se viu obrigado a mandar suas partidas em outras praças. Ainda assim, o time rubro-negro tem 37 pontos, apenas três a menos que o Palmeiras, líder do Campeonato Brasileiro. A volta ao Maracanã, para o presidente, fortalecerá o clube na briga pelo título.

Saiba mais:

Já deu saudade! Com muito samba, Rio dá adeus aos Jogos e boas-vindas a Tóquio 2020

Ele bate: Celso Roth defende Valdívia como batedor de pênaltis do Inter após erro contra o Tricolor

Derrota: Ricardo Oliveira se irrita e reclama de postura defensiva do Santos

“O Maracanã sempre foi a casa do Flamengo, onde a gente se sente à vontade. Tenho certeza que vai nos ajudar muito nessa arrancada”, projetou Bandeira de Mello. O Flamengo atualmente ocupa o terceiro lugar do Brasileiro, mas pode ser ultrapassado pelo Corinthians, que enfrenta o Vitória na noite desta segunda-feira, em Itaquera.

Apesar do desejo de seu presidente, o Flamengo pode ser obrigado a enfrentar o Cruzeiro fora do Maracanã em função do tempo necessário para desmontar a estrutura usada nas Paralimpíadas e de questões burocráticas envolvendo o Comitê Olímpico Internacional (COI).

O time rubro-negro mandou alguns de seus últimos jogos no Estádio Mané Garrincha, que em algumas ocasiões não recebeu o público esperado e apresentou um gramado fora da condição ideal. Questionado sobre uma possível volta à Brasília para enfrentar o Cruzeiro, Bandeira de Mello foi evasivo.

“Não está definido ainda, mas gosto muito de Brasília e gosto também das outras praças. Então, um clube que tem torcida em todos os estados, como é o caso do Flamengo, não precisa ficar preocupado com esse tipo de coisa”, minimizou o dirigente.

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade