Na volta do rugby à Olimpíada, Brasil enfrenta dificuldades e perde para a Grã Bretanha

Na volta do rugby à Olimpíada, Brasil enfrenta dificuldades e perde para a Grã-Bretanha

Apesar de ter melhor desempenho durante o primeiro tempo, equipe nacional não segurou o ímpeto das atuais quartas colocadas do mundo e acabou derrotada por 29 a 3

WWE MONDAY NIGHT RAW
WWE MONDAY NIGHT RAW
ao vivo
NASCAR MONSTER ENERGY: HOMESTEAD MIAMI
NASCAR MONSTER ENERGY: HOMESTEAD MIAMI
ao vivo
BAIXE O APLICATIVO
FOX Sports

Diante de um público muito animado, o Brasil fez sua estreia olímpica no rugby feminino contra a Grã-Bretanha, quarta melhor equipe do mundo. As Tupis não se intimidaram e pressionaram as adversárias durante todo o primeiro tempo. A equipe, entretanto, não conseguiu transformar a superioridade em pontos, e foi para o intervalo perdendo por 7 a 3, com try de Joanne Watmore paras britânicas e penal convertido por Raquel, para o Brasil.

No segundo tempo as britânicas mudaram o jogo, e passaram a atacar mais o Brasil. Natassha Hunt, duas vezes, Jasmine Joyce e Emily Scott anotaram os tries do Team GB, que fechou o placar em 29 a 3.

“Fizemos um grande primeiro tempo, mas faltou finalizar melhor. Sabemos que elas são fortes, erramos muito no segundo tempo e elas souberam capitalizar nesses erros”, afirma Baby Futuro, uma das mais experientes do grupo. “Foi um jogo duro, que mostrou que estamos bem. Precisamos acertar alguns detalhes para encarar o Canadá”, complementa Edninha, destaque da equipe.

A nota triste da Seleção Brasileira ficou por conta do corte de Júlia Sardá, que ficará de fora do evento esportivo por lesão. Com isso, o técnico Chris Neil convocou Mari Ramalho, que já fica à disposição para o restante do torneio. 

Saiba mais:

Na torcida: Para fazer história: jogadoras do vôlei podem conquistar inédito tri-olímpico de forma consecutiva

Que azar! Campeão da Europa League, Coke sofre lesão um dia após acertar com o Schalke 04

Descontração: Secretário norte-americano celebra Jogos no RJ: "Vida fica melhor depois de uma caipirinha"

Ainda no estádio Deodoro, que se tornou um palco histórico para a modalidade por receber a partida entre Espanha e França, o Brasil enfrentou o Canadá e saiu derrotado pela segunda vez. Com desempenho aquém do esperado, as brasileiras foram derrotadas pelo placar de 38 a 0.

Na outra partida do Grupo C, em que estão Brasil e Grã-Bretanha, o Canadá não tomou conhecimento e superou o Japão por 45 a 0. O resultado colocou as canadenses na ponta do grupo, seguidas pela Grã-Bretanha, Brasil e Japão.

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade