Em estádio lotado, Flamengo bate Internacional e entra no G-4

Jogando em Cariacica, no Espírito Santos, cariocas venceram por 1 a 0, com gol do meia Éderson, que coloca a equipe entre os quatro primeiros e impede o Colorado de assumir a liderança

Gazeta Press

Nesta quarta-feira (29 de junho), o Flamengo mostrou que a derrota na rodada passada foi esquecida ao vencer por 1 a 0 o Internacional, em Cariacica. Com o resultado, os rubro-negros chegaram a 20 pontos, se igualando ao time gaúcho, mas na quarta posição pelos critérios de desempate. O Colorado perdeu a chance de dormir na liderança, mas segue no G-4. A partida foi disputada no Espírito Santo, com um Estádio Kleber Andrade nitidamente lotado.

Os cariocas foram superiores durante os 90 minutos e criaram diversas chances de marcar. No entanto, o gol só saiu no primeiro, com Ederson. O Internacional, mais uma vez, não mostrou um bom futebol e viu o goleiro Muriel sair de campo como melhor da equipe.

Saiba mais:

Final feliz! São Paulo chega a um acordo com o Porto e garante Maicon até 2020

Quase fora: Após deixar treino, Cristaldo se acerta com Cruz Azul e fica perto do adeus

Reviravolta? Para Suárez, Messi vai voltar atrás e jogará pela Argentina

Na próxima rodada, o Flamengo vai até a capital paulista para encarar o Corinthians, no domingo. No mesmo dia, o Internacional terá o clássico contra o Grêmio, no Beira-Rio.

O jogo – O Flamengo começou a partida, mas tinha dificuldade em finalizar no gol do Internacional. Os gaúchos só avançavam nos contra-ataques, mas sem qualquer sucesso. No entanto, na primeira boa chance, os rubro-negros abriram o placar, aos 18 minutos. Após cruzamento pela direita, Guerrero escorou e Ederson cabeceou para a rede.

Mesmo após o gol, o Flamengo seguiu melhor em campo. Aos 30 minutos, os donos da casa quase chegaram ao segundo. Rodinei cruzou pela direita, mas Marcelo Cirino finalizou mal, facilitando a defesa de Muriel.

Depois disso, somente aos minutos finais, os rubro-negros conseguiram criar boas chances. Primeiro, Guerrero levou a melhor sobre Ernando no alto, mas cabeceou para fora. Depois, foi a vez de William Arão tentar o cabeceio, só que também não acertou o gol. Mesmo assim, o Flamengo foi para o intervalo a frente no placar.

No segundo tempo, os cariocas o panorama da partida seguiu o mesmo. O Flamengo era mais organizado, mas tinha dificuldade na parte ofensiva. O Internacional nada fazia e ainda deixava espaço para os contra-ataques.

Os gaúchos só conseguiram criar sua primeira chance de gol na partida aos 15 minutos. Após cruzamento de Eduardo Sasha, Alex Muralha saiu errado e viu Vitinho finalizar pela rede do lado de fora. A resposta do Flamengo veio quatro minutos depois. Everton ficou com a bola após bate e rebate, mas chutou em cima de Muriel.

Os lances animaram a partida, tanto que aos 21 minutos, os rubro-negros quase fizeram o segundo. Rafael Vaz fez boa jogada na área e rolou para William Arão. O volante chutou colocado, mas parou em grande defesa de Muriel. No minuto seguinte, foi a vez do goleiro gaúcho parar finalização de Guerrero.

Com o passar do tempo, o Flamengo voltou a dominar a partida. Os rubro-negros continuaram a desperdiçar boas chances de gol, enquanto que o Internacional abusava dos erros nos passes e pouco incomodava o goleiro Alex Muralha.

Nos minutos finais, os rubro-negros administraram a posse de bola e ainda vira o meia Alan Patrick perder grande chance ao chutar em cima da zaga, dentro da área. O Flamengo manteve o a calma e comemorou a vitória no Espírito Santo.

FICHA TÉCNICA - FLAMENGO 1 X 0 INTERNACIONAL

Local: Estádio Kleber Andrade, em Cariacica (ES)
Data: 29 de junho de 2016 (Quarta-feira)
Horário: 19h30(de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Pablo Almeida da Costa (MG) e Celso Luiz da Silva (MG)
Renda: R$ 1.089.190,00
Público: 21.000 presentes
Cartões amarelos: Réver (Flamengo); Fernando Bob (Internacional)
GOL: FLAMENGO: Ederson, aos 18min do primeiro tempo

FLAMENGO – Alex Muralha, Rodinei (Pará), Réver, Rafael Vaz e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão, Alan Patrick e Ederson (Everton); Marcelo Cirino (Thiago Santos) e Paolo Guerrero
Técnico: Zé Ricardo

INTERNACIONAL – Muriel; William, Leandro Almeida, Ernando e Artur; Fernando Bob, Rodrigo Dourado, Anderson (Mike) e Seijas (Alex); Vitinho e Sasha (Valdívia)
Técnico: Argel Fucks

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade