Santos força cartões e Gabriel brinca Estava quase pedindo para levar o amarelo

Santos força cartões e Gabriel brinca: “Estava quase pedindo para levar o amarelo”

Jogadores do Peixe que estavam pendurados aproveitaram duelo contra o Capivariano para "zerar" cartões antes das finais do Paulistão

Gazeta Press

Os jogadores pendurados do Santos entraram em campo na noite deste domingo (3 de abril), contra o Capivariano, com o objetivo de “zerar” os cartões amarelos para a fase final do Campeonato Paulista. Com o duelo já resolvido, passaram a fazer um “rodízio” na cobrança de faltas no campo de defesa, sempre demorando até o juiz dar um cartão amarelo. Thiago Maia e Elano utilizaram-se do artifício, e Gabriel estava prestes a fazer o mesmo. Uma reclamação, no entanto, foi o bastante para levar a advertência.

“Pô, eu estava quase pedindo para entrar ali no rodízio porque ele não me dava cartão de jeito nenhum (risos). Sou bem calmo no jogo, tentei dar umas reclamadas, mas não estava acontecendo. Aí eu dei uma esbravejada mais forte ali no final e ele me deu o cartão”, brincou o atacante santista, que, assim como o volante, o meia, e o zagueiro Gustavo Henrique, não poderá encarar o Audax, na última rodada, na Vila Belmiro.

Agradou o chefe: Guus Hiddink elogia estreia de Pato no Chelsea: "Foi bom vê-lo entrar"

"80% de chance": Presidente do Santos revela negociação bem encaminhada por Marquinhos Gabriel

No Beira-Rio? Agente confirma contato do Inter por Nico López e revela vontade do atleta de jogar no Brasil

Único a não precisar de uma certa ajuda do juiz para receber o amarelo, Gustavo levou o cartão ao parar contra-ataque do Capivariano, também no segundo tempo. Questionado sobre a necessidade de forçar as suspensões antes das quartas de final da competição, o técnico Dorival Júnior defendeu a atitude dos atletas.

“Acabou acontecendo. É um risco muito grande, mas temos uma fase decisiva e não podemos dar bobeira em razão de cartões. É natural. É uma fase difícil, os cartões somados podiam tirar alguns jogadores em uma situação ou outra e agora eu espero poder contar com todos”, afirmou o comandante, alegando não ver qualquer problema na medida. “Acho que nós temos que nos preocupar com a nossa equipe, com o que é melhor para o Santos”, completou.

Sem diversos nomes que costumam ser titulares, Dorival terá a semana toda para montar a equipe que encara o Audax. Na zaga, o mais provável é que Lucas Veríssimo jogue. No meio, Renato deve voltar de lesão, enquanto Paulinho fica no ataque sem Gabriel. Elano é reserva do time.

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade