Nome de Lionel Messi aparece em investigação sobre paraísos físcais

Nome de Lionel Messi aparece em investigação sobre paraísos físcais

Craque da seleção argentina e seu pai são acusados de 'esconderem seus bens', com a utilização de empresas não regulamentadas pelo governo

Gazeta Press

O nome de Lionel Messi foi outra vez ligado a investigações por fraude fiscal. A série batizada de 'Panama Papers', feita pelo Consórcio Internacional de Jornalismo Investigativo, começou a se publicada neste domingo (03 de abril), e o nome do craque argentino não é o único que aparece.

A investigação revela que Lionel Messi, craque do futebol argentino, e seu pai, Jorge Messi, possuem empresas offshore, que são empresas situadas em paraísos fiscais. O jogador está sendo acusado de ter comprado a empresa para “esconder” seus bens.

Veja mais:

Agradou o chefe: Guus Hiddink elogia estreia de Pato no Chelsea: "Foi bom vê-lo entrar"

"80% de chance": Presidente do Santos revela negociação bem encaminhada por Marquinhos Gabriel

No Beira-Rio? Agente confirma contato do Inter por Nico López e revela vontade do atleta de jogar no Brasil

Segundo o jornal espanhol Mundo Deportivo, a família do argentino estaria preparando um comunicado desmentindo as acusações, vinculadas inicialmente no jornal alemão Süddeutsche Zeitung, e reproduzida nos periódicos espanhóis El Confidencial e LaSexta.

Além de Messi, o nome do ex-presidente da UEFA, Michel Platini, também aparece na investigação. Personalidades fora do futebol, como o diretor de cinema Pedro Almodovar, e o presidente russo Vladimir Putin também são relacionados.

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade