Em casa Grêmio espanta crise e massacra LDU na Libertadores

Em casa, Grêmio espanta crise e massacra LDU na Libertadores

Elenco gaúcho não tomou conhecimento de seu adversário e, retomando as boas atuações de 2015, goleou os equatorianos pelo placar de 4 a 0

Gazeta Press

O Grêmio não deu a menor chance à LDU na Arena na noite chuvosa desta quarta-feira (02 de março), em Porto Alegre. Pela segunda rodada do Grupo 6 da Copa Bridgestone Libertadores, venceu por 4 a 0 e assumiu a segunda colocação da chave, atrás apenas do Toluca, que tem 4 pontos.

Com a vitória, o time recuperou a confiança da torcida e espantou a crise que provocou até protestos no CT. O destaque da vitória foi o equatoriano Miler Bolaños, principal reforço tricolor para a temporada, que anotou o seu logo na estreia contra o ex-clube.

O jogo – Debaixo de uma forte chuva, o Grêmio começou o jogo com alta intensidade, pressionando a Liga de Quito no seu campo. Antes dos dois minutos de jogo, a equipe tricolor teve uma sequência de três escanteios em seu favor. Miller Bolaños tocou pela primeira vez na bola armando um contra-ataque, aos 23 minutos; o plano de Roger era a troca permanente de posições entre ele e Luan, e nos primeiros minutos o jovem gremista se posicionou na ponta esquerda. Aos 7 minutos, Miller Bolaños conseguiu a primeira chance clara de gol: chutou forte e Domínguez espalmou.

Aos 11 minutos, o Grêmio abriu o placar: Maicon recebeu dentro da área e errou em bola. Luan conseguiu pegar o rebote e ajeitou para Maicon bater de novo, com a perna esquerda, no ângulo esquerdo de Dominguez: 1 a 0.

Depois de abrir o placar, o Grêmio aliviou a pressão, deixando um pouco mais de espaço para a Liga de Quito. O time branco começou a pressionar, mas o Grêmio apresentava solidez na defesa e não deixou chances claras para os equatorianos; no máximo, um chute de Estupiñan que não levou perigo a Grohe.

Aos 36 do primeiro tempo, o momento que todos na Arena esperavam: Miller Bolaños recebeu um bom lançamento de Luan e chutou na saída de Domínguez, fraco, no canto direito. 2 a 0; Bolaños marcou na sua estreia, e justamente contra o seu ex-time.

No último minuto do primeiro tempo, Romero levou cartão amarelo por falta em Luan. Esse lance seria decisivo logo no segundo minuto do segundo tempo: Romero tropeçou em Bolaños em um contra-ataque e o atacante do Grêmio caiu. O árbitro deu o segundo cartão amarelo a Romero, e a Liga de Quito ficou com 10 jogadores em campo.

Nesse momento, a torcida gremista sentiu um déja-vu da partida contra o Toluca: a Liga passou a dominar a partida. Conseguiu uma chance clara de gol com Tenorio, que errou bem perto da meta, e passou a dominar as ações no meio-campo: aos 15 minutos, tinha 54% de posse de bola. No entanto, a maior posse de bola da equipe branca não se traduzia em presença na área ou chutes a gol.

Aos 21 minutos, Wallace Oliveira saiu lesionado e entrou Marcelo Hermes, ocupando a lateral direita. Ovacionado pela torcida, Miller Bolaños saiu aos 26 minutos do segundo tempo para a entrada de Éverton – jogou 11 minutos a mais que os 60 previstos pela comissão técnica.

Aos 35 minutos, Henrique Almeida entrou no lugar de Luan. Dois minutos depois, ele anotou o seu primeiro gol na Copa Libertadores: dominou na entrada da área e chutou no canto esquerdo de Domínguez: 3 a 0. Éverton deu números finais à partida aos 44 minutos do segundo tempo: ganhou na velocidade de Araújo e chutou forte, no canto, na saída de Domínguez: 4 a 0.

Saiba mais:

Saudades: Ídolos do Verdão, Sérgio e Velloso relembram bons jogos na Libertadores de 1999

Revelação: Ansioso por clássico, Lucas Veríssimo renova com o Santos até 2019

Muita torcida: Bayern lidera e três brasileiros estão no Top 10 do ranking de sócio-torcedores

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 4 X 0 LDU

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Horário: 21h45 (de Brasília)
Público: 37.702 (35.065 pagantes)
Renda: R$ 1.581.618,00
Árbitro: Luis Valenzuela
Assistentes: Carlos Lopez e Luis Sanchez
Cartões Amarelos: Luis Romero e Norberto Araujo (LDU)
Cartão Vermelho: Luis Romero (LDU)

GOLS: Maicon, aos 11 do 1º tempo; Miller Bolaños, aos 36 do 1º tempo; Henrique Almeida aos 37 do 2º tempo; Éverton, aos 44 do 2º tempo.

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Wallace Oliveira (Marcelo Hermes), Geromel, Fred e Marcelo Oliveira; Edinho, Maicon, Douglas, Giuliano e Miller Bolaños (Éverton); Luan (Henrique Almeida)
Técnico: Roger Machado

LDU: Domínguez; Araújo, Romero e Benavidez; Quinteros (Luis Bolaños), Vega, Hidalgo, Brahian Aleman (Puch) e Estupiñan; Diego Morales e Tenorio
Técnico: Claudio Borghi

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!