Ao lado de russa Soares conquista título de duplas mistas na Austrália

Ao lado de russa, Soares conquista título de duplas mistas na Austrália

Após vencer com Jamie Murray, tenista brasileiro teve sua segunda conquista em menos de 24 horas, com vitória por 2 sets a 1

Gazeta Press

Em um período de 24 horas, o brasileiro Bruno Soares conquistou seu segundo título de Grand Slam de duplas. Após vencer com o britânico Jamie Murray a chave de duplas masculinas neste sábado (30 de janeiro), o mineiro não decepcionou neste domingo (31 de janeiro), e em dupla com a russa Elena Vesnina, ergueu o troféu de duplas mistas do Aberto da Austrália.

A parceria, formada pela primeira vez, derrotou a dupla composta pela americana Coco Vandeweghe e o romeno Horia Tecau por 2 sets a 1, parciais de 6/4, 4/6 e 10/5, em 1h23 minutos de partida. A vitória de um duplista em ambas as finais não acontecia no Aberto da Austrália desde 1992, quando Mark Woodforde alcançou o feito.

“É uma sensação incrível. Na última noite joguei até tarde, estava com muita adrenalina. Mas você não tem a chance de disputar muitas finais de Grand Slam. Ter a oportunidade de jogar uma, e vencer, já é muito especial, mas eu consegui duas no mesmo dia”, celebrou Soares.

“É maravilhoso vencer um título de Grand Slam na Austrália. É o meu Grand Slam favorito, estou muito feliz e orgulhosa de ter vencido”, declarou Elena Vesnina, que já havia sido campeã duas vezes nas duplas femininas, uma vez no Aberto da Austrália e outra no Aberto dos Estados Unidos. Este foi seu primeiro título em duplas mistas.

O jogo – No primeiro set, a dupla formada por Soares e Vesnina começou a partida com o serviço quebrado, logo no game inicial. O brasileiro e a russa se recuperaram do susto e entraram no jogo, equilibrando o marcador.

Apenas no oitavo game veio a devolução da quebra, empatando o placar em 4/4. Depois de uma confirmação, a dupla conquistou um novo break, na hora certa para fechar a primeira parcial em 6/4.

Saiba mais:

Mais um fora! Malcom embarca para a França e se despede do Corinthians

Início ruim: Wallace falha, Fla sofre empate do Boavista e tropeça na estreia

'Por besteira': Lucão faz pênalti e São Paulo empata com Red Bull na estreia de Bauza

No início do segundo período, a história se repetiu. Novamente Soares/Vesnina sofreram com o primeiro saque, e cederam a quebra inicial para Vandeweghe/Tecau. A parcial parecia não caminhar bem para a dupla formada pelo brasileiro e a russa, já que nova quebra foi aplicada no serviço seguinte, deixando tudo em 3/0.

Após um 4/0 da americana e do romeno, a dupla de Soares parecia enfim entrar no jogo. Um breve equilíbrio foi estabelecido, e os dois conseguiram devolver uma das quebras, no oitavo game e deixando o placar em 5/3. A retomada de fôlego não foi suficiente e a dupla Vandeweghe/Tecau fechou a parcial em 6/4.

No tie-break, Soares/Vesnina seguiram não confirmando seu primeiro serviço. Porém, efetuaram na sequência quatro mini-quebras de saque nos rápidos 12 minutos de parcial. Tanta confiança e firmeza no serviço trouxeram os 10/5 no placar e enfim selaram a tão esperada vitória russo-brasileira.

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!
Publicidade