Com John Terry vilão e heroi Chelsea arranca empate com o Everton no fim

Com Terry 'vilão e heroi', Chelsea arranca empate com o Everton no fim

Zagueiro, que celebrava marca de 700 jogos na competição, marcou contra a própria meta, mas se redimiu igualando o placar em 3 a 3 nos acréscimos

FOX Sports

Foi um jogaço. Depois de um 0 a 0 com poucas chances no primeiro tempo, Chelsea e Everton deram um verdadeiro show no Stamford Bridge, em duelo válido pela 22ª rodada da Barclays Premier League, e empataram por 3 a 3. O último gol, anotado pelo zagueiro John Terry, foi apenas no oitavo minuto de acréscimo, excedendo os sete definidos pelo árbitro. Funes Mori e Mirallas fizeram os outros gols da equipe de Liverpool, enquanto Diego Costa e Fàbregas marcaram para os londrinos. 

E por falar no zagueiro, o capitão do Chelsea foi o personagem do duelo. Comemorando 700 jogos no Campeonato Inglês, Terry começou a 'roubar a cena' logo no início, ao abrir o placar para o Everton com um gol contra, em lance que deve render muitas piadas aos adversários. Porém, o zagueiro conseguiu se redimir e salvar os Blues com o gol de empate, impedido, aos 53 minutos do segundo tempo.

Saiba mais:

Dia do 'fico': Alvo de Corinthians e Grêmio, Bou acerta permanência no Racing

Esperando amigo: Elano se derrete pelo Peixe e diz que liga para Robinho todos os dias

Copiando o Timão: Bauza pede defesa melhor ao citar rival Tite: “Por isso é campeão”

Além do 'aniversariante', Diego Costa e Cesc Fábregas foram os principais destaques da equipe londrina. A recuperação do Chelsea durante a partida se deve muito ao bom rendimento da dupla no segundo tempo. O primeiro gol, marcado pelo hispano-brasileiro, saiu após um lindo lançamento do ex-jogador do Barcelona. Já no segundo, os astros inverteram os papéis: foi de Diego o passe para o gol do meia, empatando o duelo em 2 a 2.

O empate foi um 'ducha de água fria' para o Toffees, que viram a boa vantagem de 2 a 0 desaparecer em questão de minutos: um duelo que caminhava para uma vitória tranquila, com o gol de Mirallas dando maior tranquilidade aos visitantes e aumentando a diferença conquistada com o gol contra que abriu o placar, acabou se tornando um 'pesadelo'.

Porém, o que caminhava para um final triste para a equipe de Liverpool, voltou a ter ares de felicidade com o gol do zagueiro Ramiro Funes Mori nos minutos finais, recolocando o Everton na liderança: 3 a 2. Mas Terry não podia encerrar sua 700ª partida com a alcunha de vilão: aproveitando que a arbitragem dava mostras de que estava 'gostando do jogo', marcou o gol de empate no fim e deu números finais ao duelo.

Com o resultado, o Chelsea vê, mais uma vez, o sonho de embalar uma boa sequência de resultados ser postergado e segue na parte de baixo da tabela, com 25 pontos somados na 14ª posição. Já o Everton estaciona três posições acima com o ponto somado, e ainda pode ser ultrapassado pelo Watford, que enfrenta o Swansea City na próxima segunda-feira (18 de janeiro).

Publicidade
Link copiado para a área de transferência!